Em encontro em Nova Lima, governador de São Paulo afirmou que convenção do partido será em julho e agosto e até lá, continuará insistindo para candidatura de mineiro

 

 

O pré-candidato a Presidente da República do PSDB e governador Geraldo Alckmin afirmou nesta segunda-feira que o partido ainda tem tempo para esperar por uma possível candidatura do senador Antonio Anastasia ao Palácio da Liberdade.

Depois de se reunir com o mineiro em Nova Lima, o presidenciável disse que a decisão será tomada até agosto.

” Não tem pressa, a convenção é em julho e agosto, essa é uma decisão que não precisa ser agora”, disse. Questionado se teria reforçado o pedido para que ele concorra, Alckmin disse não querer criar constrangimento, mas confirmou: ” Ele sabe que eu quero que ele seja candidato a governador. Vamos aguardar”.

Minutos antes de Alckmin falar com a imprensa, o presidente do PSDB de Minas Gerais, deputado Domingos Sávio, disse que o partido vai insistir até o fim na candidatura de Anastasia ao governo.

O dirigente disse que Anastasia tem o direito de negar, mas o partido tem a obrigação de insistir. ” Todos sabíamos desde o princípio que não era desejo dele, mas a vida pública não se faz só de escolhas pessoais”.

Anastasia voltou dizer que não quer concorrer ao governo, mas foi menos enfático.

“Minha manifestação já é antiga no sentido de que acredito de que já que já tenha cumprido uma missão como governador. Acredito que possa colaborar mais na esfera federal como senador, participando do apoio ao presidente Geraldo, que espero que se eleja. É a posição por hora, estamos conversando mas a minha posição já ficou pública”, disse.

Sobre o plano B do PSDB de Minas, de Anastasia figurar como vice na chapa presidencial, o senador e Alckmin disseram que o assunto não foi discutido.

Anastasia disse que esta é geralmente a última coisa a escolher, geralmente em julho. O ex-governador e Geraldo Alckmin indicaram que a prioridade do partido será por uma composição com outro partido. Alckmin disse que “normalmente” se tem uma chapa com candidatos de partidos diferentes. “Mas você pode ter também chapa pura. Isso vai ser decidido mais pra frente”, disse.

Além de Anastasia, lideranças tucanas acompanham Alckmin no encontro com empresários. O senado e Aécio Neves não compareceu. Questionado se gostaria de te-lo em seu palanque, o governador desconversou. “Ele tem serviço prestado à Minas Gerais, foi um grande governador. Ele deve falar”, afirmou, encerrando a entrevista.

Fonte: Em

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Zé Ramalho tem sucesso de 1992 revivido em trilha de outra novela do gênero realismo fantástico

Em 1991, Zé Ramalho gravou versão em português de sucesso da música country norte-american…