Estação em Moema, na zona sul, funcionará das 10h às 15h, de segunda-feira a sábado, sem cobrança da tarifa

 

 

Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, inaugurou nesta sexta-feira (2) a estação Eucaliptos da Linha 5-Lilás do Metrô. A estimativa é que o local atenda 20 mil passageiros por dia.

Por enquanto, a estação vai funcionar no formato de Operação Assistida, de segunda-feira a sábado, das 10h às 15h, sem cobrança da tarifa no trecho Brooklin e Eucaliptos. O horário será ampliado gradativamente até chegar ao funcionamento pleno, das 04h40 à meia-noite, com cobrança de tarifa.

O principal acesso da nova estação fica na Avenida Ibirapuera, 3144, entre as avenidas Cotovia e Eucaliptos. Há também uma entrada secundária, no lado oposto da Avenida Ibirapuera, ao lado do shopping e da Avenida dos Imarés.

Com a inauguração, a rede do Metrô paulista passa a contar com 83,3 quilômetros de extensão e 73 estações.

Infraestrutura

Ao todo, a estação tem 9.300 m² de área construída e 23,4 metros de profundidade, que estão divididos em quatro pavimentos.

Ela também conta com cinco elevadores, 13 escadas rolantes, piso podotátil direcional e fita antiderrapante nas escadas fixas.

O investimento é de R$ 10,2 bilhões. Assim como a linha 17-Ouro, a linha 5 será administrada pelo Consórcio Via Mobilidade, que venceu no começo do ano a licitação. O consórcio será responsável pela operação comercial das linhas por 20 anos.

Outras estações

De acordo com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), outra estação da mesma linha será inaugurada em breve.

— Nós estamos entregando a estação Eucaliptos na Linha 5. Em mais um mês, vamos entregar mais uma estação que é Moema.

A ampliação da Linha 5-Lilás representa a construção de 11 quilômetros e 11 estações, de Adolfo Pinheiro a Chácara Klabin.

Atraso

Inicialmente, a Linha 5 foi prometida para 2014, mas a entrega atrasou muitas vezes. Desde dezembro do ano passado, a data da inauguração foi adiada três vezes.

Sobre o atraso na entrega de várias linhas do metrô, o governador colocou a culpa na recessão econômica.

— Passamos por um período de grande recessão. Muitas empresas não entregaram e nós tivemos que relicitar a obra.

Fonte: R7

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bcn

Veja Também

7 órgãos abrem inscrições para mais de 100 vagas nesta segunda-feira

Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade.     Pelo menos 7 órgãos a…