Bloco Não Me Serve Mestre tem mães amamentando e chama a atenção para a questão da nudez no carnaval e no dia a dia.

 

O bloco Não Me Serve Mestre promoveu uma ação a favor da amamentação em público nesta segunda-feira (12) durante seu desfile na Avenida Faria Lima, na Zona Oeste de São Paulo. Com ajuda de duas passistas fazendo topless, uma faixa chamava atenção dos foliões do bloco para a maneira como a nudez feminina é tratada no Brasil.

A ideia era mostrar ao público como muitas vezes a nudez no carnaval é permitida e celebrada, mas no dia a dia as mães são repreendidas por expor o seio ao fazer algo tão inerente à maternidade.

Entre as duas passistas, uma mãe amamentava seu filho: “Várias vezes a gente quer amamentar em público e as pessoas fazem cara feia. No Brasil, a gente fica de peito de fora no carnaval e para amamentar não pode”, disse Gabriela Guedes, que estava com o filho Bento.

“Que a nudez pela vida seja mais respeitada”, pediu ela.

A ação aconteceu diversas vezes durante o desfile do bloco: “Chama atenção que uma mãe amamentando causa indignação e até repulsa. E no carnaval que é tudo liberado, o que é incrível, a mãe sofre com olhares. Queremos mostrar essa contradição”, disse Thais Oliveira, uma das organizadoras da ação do bloco.

Faixa defende o direito da mulher à amamentação em público (Foto: Tatiana Regadas/G1)

Faixa defende o direito da mulher à amamentação em público (Foto: Tatiana Regadas)

Fonte: G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Sequência de ‘Mulher-Maravilha’ é adiada para junho de 2020

‘Mulher-Maravilha’ ficou entre as maiores bilheterias de 2017, mas não foi ind…