Os objetivos da candidatura, segundo aliados de Boulos, são se posicionar para herdar parte dos votos do ex-presidente

 

 

O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Guilherme Boulos, se filia nesta segunda-feira (5) ao PSOL para disputar a eleição presidencial com Sonia Gajajara de vice. Boulos anunciou sua pré-candidatura, no sábado (3), cercado de ativistas, artistas, intelectuais e políticos que ampliam os limites do partido.

Os objetivos da candidatura, segundo aliados de Boulos, são se posicionar para herdar parte dos votos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – ameaçado de ficar inelegível – e criar bases para a articulação de uma nova esquerda, pós-Lula, a partir de 2019.

“O mundo não vai terminar em outubro de 2018 e o que nós temos que pensar é um novo projeto de esquerda para o País, amplo, combativo, que enfrente os grandes temas nacionais”, disse Boulos.

O próprio Lula gravou um vídeo de incentivo a Boulos no qual lembra dele mesmo nas eleições de 1982 e 1989. “Se eu não tivesse ousado, nunca teria sido presidente”, disse Lula. Boulos defende o direito do petista ser candidato em 2018.

Fonte: Diário de Pernambuco

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Zé Ramalho tem sucesso de 1992 revivido em trilha de outra novela do gênero realismo fantástico

Em 1991, Zé Ramalho gravou versão em português de sucesso da música country norte-american…