Causas das chamas ainda são desconhecidas e há três vítimas com quadro grave. Fogo começou em uma escola de segurança

 

Um foco de incêndio em um prédio mobilizou o Corpo de Bombeiros, deixou 13 feridos e assustou as pessoas que passavam no cruzamento das avenidas Amazonas e Afonso Pena, no Hipercentro de Belo Horizonte, no fim da manhã desta quarta-feira.
O Corpo de Bombeiros informou que três pessoas tiveram queimaduras de 1º grau e foram socorridas para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. Outras dez vítimas, que inalaram fumaça, foram encaminhadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Leste.

 

Ainda conforme a corporação, o foco de incêndio começou no 18º andar, o último do edifício Dantês, onde funciona uma escola de segurança.

último andar do edifício Dantês foi o único atingido pelas chamas (foto: Edésio Ferreira/ EM/ D.A Press )
último andar do edifício Dantês foi o único atingido pelas chamas (Foto: Edésio Ferreira)

 

As causas das chamas podem estar relacionadas, segundo o Corpo de Bombeiros, ao uso de solda para uma reforma no andar. O trânsito foi interditado no sentido Praça da Estação/ Avenida Amazonas, mas por volta de 12h40, o Corpo de Bombeiros finalizou os trabalhos, liberou a movimentação no interior do prédio e o tráfego de veículos tambémfoi normalizado na Avenida Amazonas.

Após a liberação dos bombeiros, entrada do público foi liberada dentro do prédio (foto: Edésio Ferreira/ EM/ D.A Press )
Após a liberação dos bombeiros, entrada do público foi liberada dentro do prédio (Foto: Edésio Ferreira)
Jardel Monteiro, professor da escola de 34 anos, confirmou a versão do Corpo de Bombeiros sobre as causas do incêndio. “Estava tendo um procedimento de manutenção no estande de tiro, no 18º andar, e o rapaz responsável pela obra estava usando uma solda e aí começou o incêndio”, explicou.
A escola de segurança funciona no 17º e no 18º andar do edifício e, no momento do incêndio, 45 alunos estavam no local.“A escola é 100% regular na Polícia Federal e é a primeira vez que acontece esse fato. São dois andares e só tinham alunos em duas salas do 17º andar”, disse Jardel Monteiro.
* Sob supervisão da subeditora Jociane Morais
Fonte: Em
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Zé Ramalho tem sucesso de 1992 revivido em trilha de outra novela do gênero realismo fantástico

Em 1991, Zé Ramalho gravou versão em português de sucesso da música country norte-american…