Home Brasil Lula quer Haddad como testemunha no caso do sítio de Atibaia

Lula quer Haddad como testemunha no caso do sítio de Atibaia

3 primeira leitura
0

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e o ex-presidente Lula (Pedro Ladeira)

 

Cogitado como alternativa petista na disputa pela Presidência, ex-prefeito substituirá ex-governador Tarso Genro entre testemunhas

 

 

Cotado como possível “plano B” do PT à candidatura presidencial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba desde abril, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad foi incumbido por Lula de uma tarefa mais amena do que representar e defendê-lo em uma campanha eleitoral: testemunhar a seu favor na Operação Lava Jato.

A defesa do ex-presidente pediu ao juiz federal Sergio Moro nesta quinta-feira, 21, que Haddad substitua o ex-ministro e ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro entre suas testemunhas de defesa no caso do sítio de Atibaia (SP), no qual é acusado de receber 1 milhão de reais em propina das empreiteiras Odebrecht, OAS e Schahin por meio de reformas e obras de benfeitoria na propriedade.

Outro petista cogitado como presidenciável, o ex-governador da Bahia Jaques Wagner, que tinha sido arrolado como testemunha de Lula, não precisará mais falar a Moro. No mesmo documento em que pede a troca de Tarso Genro por Fernando Haddad, o ex-presidente informou ao magistrado que abre mão do testemunho de Wagner. O depoimento prestado pelo baiano no processo sobre o tríplex do Guarujá será reaproveitado no caso do sítio.

Depois de não ser encontrada pelo oficial de Justiça para ser intimada como testemunha de Lula, a ex-presidente Dilma Rousseff informou que comparecerá à oitiva marcada para o próximo dia 29 de junho, às 15h, “independentemente de intimação”. Já o interrogatório do ex-presidente foi marcado por Sergio Moro para o dia 11 de setembro. Será a primeira vez que os dois ficarão frente a frente desde a prisão do petista.

Fonte: Veja

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Brasil

Veja Também

Ataque de Fernando Haddad ao Bispo Macedo provoca indignação em mais de 140 líderes religiosos

Haddad chamou Edir Macedo de ‘charlatão fundamentalista’ Declaração do candida…