Tarifa custa R$ 16,02, em média. Limite mínimo da transferência era de R$ 250 até ontem

 

 

A partir desta sexta-feira (15), os bancos não podem mais exigir limite mínimo de valor para as transações de valores entre contas de bancos diferentes por meio da TED (Transferência Eletrônica Disponível), segundo a Febraban, federação dos bancos. O limite mínimo, até ontem, era de R$ 250 por operação.

As tarifas de TED pela internet são, em média, 17,3% mais baratas do que nas agências. A transferência na boca do caixa custa R$ 19,73, no caixa eletrônico custa R$ 15,23 e pela internet sai por R$ 16,02, de acordo com os dados de ontem do Banco Central do Brasil.

Publicidade

Se a TED for realizada dentro do horário do expediente bancário, a transferência cai na conta do favorecido no mesmo dia e não existe valor máximo para a operação.

Quando foi criada, em 2002, a TED tinha um limite mínimo de R$ 5 milhões e era um dos destaques do novo sistema de pagamento dos bancos. Segundo a Febraban, a eliminação do limite mínimo para as TEDs vai facilitar a vida dos consumidores na hora de transferir valores entre bancos diferentes.

Uma alternativa para as TEDs é a emissão do DOC (Documento de Crédito), que tem tarifas mais baratas, porém, tem limite máximo de valor (R$ 4.999,99) e prazo de compensação de, no mínimo, um dia útil, de acordo com o banco e a agência de destino. Na agência, o valor médio da tarifa do DOC é R$ 18,06, no caixa eletrônico custa R$ 13,17 e pela internet sai por R$ 16,02.

Fonte: R7

Veja Também

Coreia do Norte está comprometida com desnuclearização completa e encontro com Trump, diz Coreia do Sul

SEUL (Reuters) – O líder norte-coreano Kim Jong Un reafirmou seu compromisso de “com…