Home BCN Operação da Polícia Federal em Alagoas apreende R$ 20 mil e prende homem com arma e munições

Operação da Polícia Federal em Alagoas apreende R$ 20 mil e prende homem com arma e munições

3 primeira leitura
0

Foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão em Maceió, Batalha e Jacaré dos Homens, para investigar esquema de funcionários fantasmas na ALE. Houve buscas em casas de vereadores.

 

A Operação Malacafa, que a Polícia Federal realiza em Alagoas nesta terça-feira (10), apreendeu R$ 20 mil e prendeu um homem em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. A PF investiga um esquema de funcionários fantasmas na Assembleia Legislativa de Alagoas.

Segundo a PF, foram expedidos 14 mandados de busca e apreensão. A polícia não divulga oficialmente o nomes dos alvos, mas disse que houve buscas nas casas de vereadores, sem informar de quais municípios.

“Nós cumprimos [mandados de] busca nas residências de alguns vereadores, mas já adianto que não posso informar os nomes”, disse o superintendente da PF em Alagoas, Rolando Alexandre de Souza.

A PF também não revela o nome da pessoa presa em flagrante e nem se ela era alvo dos mandados.

A Operação Malacafa é um desdobramento da Operação Sururugate, deflagrada no ano passado. À época, nove deputados e um ex-deputado de Alagoas foram relacionados ao desvio de R$ 150 milhões com esquema fraudulento na folha de pagamento do Legislativo.

A PF não deu detalhes desta nova fase da investigação.

Esta nova operação acontece menos de um mês depois da PF ouvir 17 pessoas denunciadas por José Márcio Cavalcante, o “Baixinho Boiadeiro”, como sendo “laranjas” em um esquema de desvio de dinheiro na ALE. Baixinho é filho do vereador por Batalha Neguinho Boiadeiro, assassinado em novembro de 2017.

Arma calibre 12, munição e celulares foram apreendidos com uma pessoa, presa em flagrante durante a Operação Malacafa, da Polícia Federal, em Alagoas (Foto: Ascom/Polícia Federal)

Arma calibre 12, munição e celulares foram apreendidos com uma pessoa, presa em flagrante durante a Operação Malacafa, da Polícia Federal, em Alagoas (Foto: Ascom/Polícia Federal)

Fonte: G1