A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira (30) sete integrantes de uma quadrilha que sequestrava parentes de funcionários da Caixa Econômica Federal para roubar agências do banco. Um suspeito ainda está foragido.

Armada com fuzis e com muitos explosivos, a quadrilha planejava assaltar mais uma agência bancária. A ação foi impedida no último domingo (25) por policiais militares e federais. Oito homens foram presos. Um deles fazia parte de uma quadrilha que sequestrava parentes de funcionários da Caixa Econômica Federal e que era monitorada pela Polícia Federal.

As vítimas sequestradas eram escolhidas de acordo com o parentesco e também com o cargo do funcionário do banco. Geralmente o funcionário tinha acesso ao cofre da agência.

A investigação começou em outubro do ano passado depois do sequestro da mulher e do filho de um funcionário de uma agência na Zona Sul de São Paulo. Um mês depois, a mesma quadrilha assaltou outra agência do banco e sequestrou a filha de um dos funcionários.

O delegado Guilherme Almeida, da Polícia Federal, diz que em sua maioria a quarilha era formada por indivíduos que integram facção criminosa do estado de São Paulo. “Existe informação de que, isso ainda tá sendo apurado, que participaram de outros crimes, principalmente a explosões a agência bancarias, isso ainda tá sendo apurado e também serão responsabilizados por isso.”

Armas e munição foram apreendidas com integrantes da quadrilha (Foto: TV Globo/Reprodução)

Armas e munição foram apreendidas com integrantes da quadrilha (Foto: TV Globo/Reprodução)

Fonte: G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque