Home Bcn Professor da Uneb tem prisão decretada por assédio sexual

Professor da Uneb tem prisão decretada por assédio sexual

3 primeira leitura
0

Thiago de Oliveira Moreira lecionava nas cidades de Jacobina, Irecê e Itaberaba

 

O professor Thiago de Oliveira Moreira do campi da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) da cidade de Jacobina, a 330 km de Salvador, teve a prisão preventiva decretada na quinta-feira (11) por ser acusado de assédio sexual, ameaças e lesões corporais contra dezenas de alunos. Ele foi afastado de suas funções por determinação da Justiça Criminal da cidade e está foragido da Justiça.

De acordo com o Ministério Público da Bahia (MP-BA), a decisão da Justiça acatou o pedido de prisão formulado pelo órgão com base em depoimentos e provas apresentadas por mais de dez de alunos e alunas, que relataram que o professor vinha cometendo os crimes contra seus discentes. Segundo o MP, o professor foi informado da decisão pelo advogado e afirmou que se entregaria ontem, o que não fez.

Ainda de acordo com o MP-BA, o professor também é acusado pela prática de crimes contra a Administração Pública, como prevaricação – deixando de cumprir suas obrigações enquanto servidor do estado – e supressão de documentos públicos.

Thiago lecionava a disciplina de Direito Constitucional e também atuava como advogado. Ele faz parte do quadro de professores da Uneb desde 2007. O professor já ocupou o cargo de Coordenador do Colegiado de Direito do Campos IV, sediado em Jacobina, e lecionava também nas cidades de Irecê e Itaberaba. Atualmente acumulava a função de professor com a de procurador jurídico do Município de Morro do Chapéu.

Em razão do número elevado de vítimas, o Ministério Público do Estado da Bahia disponibilizará suporte psicológico e assistencial às vítimas e testemunhas. O agendamento pode ser feito pelo telefone (74) 3621-2212. As informações sobre as vítimas, segundo o órgão, serão preservadas.

Fonte: Correio 24 horas

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Ataque de Fernando Haddad ao Bispo Macedo provoca indignação em mais de 140 líderes religiosos

Haddad chamou Edir Macedo de ‘charlatão fundamentalista’ Declaração do candida…