Ação contra Roberto Góes (PDT) irá para a Justiça do Amapá, e inquérito sobre Rogério Marinho (PSDB), para a 1ª instância de Natal. STF decidiu que foro só vale para casos relacionados ao mandato.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Em artigo no NY Times, Lula diz que ‘o tempo corre contra a democracia’

Foto:  Paulo Whitaker “Eu não peço para estar acima da lei, mas um julgamento deve s…