Home Bcn Travesti barraqueira é indiciada pela Polícia Civil e segue foragida

Travesti barraqueira é indiciada pela Polícia Civil e segue foragida

3 primeira leitura
0

O inquérito policial foi encerrado e encaminhado a Justiça do Distrito Federal na última sexta-feira (14/9)

 

A travesti Bruna, que destruiu o carro de um suposto cliente em um posto de combustíveis do Riacho Fundo I, foi indiciada por lesão corporal, injúria, dano ao patrimônio, resistência e desacato. A 29ª Delegacia de Polícia (Riacho Fundo) concluiu e encaminhou o caso à Justiça na sexta-feira (14/9).

A suspeita chegou a ser presa durante a confusão, no dia 18 de agosto, mas passou por audiência de custódia e acabou liberada após assumir o compromisso de pagar uma fiança e colocar tornozeleira eletrônica. No entanto, ela não cumpriu o acordo, teve prisão preventiva decretada e é considerada foragida.

Além do automóvel que aparece no vídeo gravado por populares, Bruna quebrou os vidros de outros dois carros particulares. Com base em relatos dos militares, a travesti resistiu à abordagem e, ainda, agrediu dois agentes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Ela precisou ter as pernas imobilizadas para que entrasse no cubículo da viatura.

De acordo com a PM, a travesti estava, aparentemente, sob efeito de substância entorpecente. Testemunhas, entretanto, relataram que ela teria ficado com raiva depois de ter levado calote de um cliente.

Descontrolada, teria atacado o cliente com o extintor de incêndio e uma chave de roda. “O homem correu para se esconder dela, já que a travesti é muito forte. Ela não conseguiu pegá-lo e quebrou o carro dele”, contou, à época, Sérgio Bautzer, delegado de plantão da 27ª DP (Recanto das Emas), para onde a travesti foi conduzida após toda a confusão.

Fonte: Metrópoles

 

Carregar mais por Bcn

Veja Também

Polícia Civil deflagra ação de combate ao tráfico próximo de escolas

Coordenada pelo Conselho dos Chefes de Polícia Civil, operação Anjos da Lei contou com par…