Virmondes Lins foi condenado a 25 anos e 4 meses de prisão, segundo o Tribunal do Júri da 1º Vara Criminal de Vitória. Crime aconteceu em 2013.

 

O acusado de matar a cabelereira Ivone Borges, em Jardim Camburi, Vitória, foi condenado pelo Tribunal do Júri da 1º Vara Criminal de Vitória a 25 anos e 4 meses de prisão. Virmondes Lins cometeu o crime no dia 23 de dezembro de 2013 a mando do ex-marido da vítima, que também já foi condenado.

Quase quatro anos após o assassinato da cabelereira, o executor da vítima, Virmondes Lins é o último acusado a ser condenado pelo crime.

Em setembro deste ano, dois suspeitos foram condenados. O ex-marido Nerivaldo Pereira dos Reis e Gildázio Souza do Nascimento.

O ex-marido recebeu pena de 28 anos de prisão. Já Gildázio, indiciado como ajudante do planejamento do crime, além de emprestar o veículo para ir ao local de destino de execução, foi punido com 22 anos de cadeia.

O Juiz Marcos Pereira determinou cumprimento da penalidade em regime fechado para Virmondes.

*Ana Nascimento participa da 20ª edição do Curso de Residência em Jornalismo da Rede Gazeta e fez o texto supervisionada pelo jornalista Rodrigo Rezende.

Fonte: G1

 

Quer saber mais notícias do Brasil e do mundo? redebcn

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Agência revela que divulgou campanha de Bolsonaro nas eleições por App

Empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para fazer, pelo What…