A equipe do tucano está dividida, mas a maioria acredita que o capitão reformado é o alvo

 

 

No início da semana, Geraldo Alckmin participou de um jantar oferecido por Gilberto Kassab (PSD-SP) e revelou aos convidados que sua equipe estava dividida sobre quem ele deveria atacar para ir ao segundo turno das eleições presidenciais: Jair Bolsonaro (PSL) ou Fernando Haddad (PT)?

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha, a maioria dos aliados sugeriu então que o candidato tucano mire no capitão reformado.

Depois da “enquete”, Alckmin disse aos presentes que é possível contrariar as pesquisas e que ele tem sim chances de ir ao segundo turno, dando como exemplo Aécio Neves, que estava atrás de Marina Silva em 2014 e acabou indo para a disputa final com Dilma Rousseff.

A meta de Geraldo Alckmin é crescer no mínimo 3% a fim de atrair votos úteis de quem é contra o PT e Bolsonaro.

 

Fonte: Notícias ao Minuto

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Polícia Civil prende por tráfico de drogas casal que ostentava vida de luxo em bairro da periferia de Presidente Epitácio

Dinheiro, celulares e documentos apreendidos pela Polícia Civil na residência do casal Dup…