Home Bcn Após perseguição policial, homem é preso por agredir a ex-mulher

Após perseguição policial, homem é preso por agredir a ex-mulher

4 primeira leitura
0

Suspeito dirigiu por 8 km na Marginal Tietê fugindo da polícia. Ele foi enquadrado na Lei Maria da Penha

 

Um homem acusado de agredir a ex-mulher foi preso após uma perseguição policial na tarde do último domingo (11) na Marginal Tietê, na zona norte da capital paulista.

A perseguição durou cerca de 10 minutos e se estendeu por oito quilômetros — começou na Freguesia do Ó e só terminou quando o suspeito perdeu o controle da direção e bateu o carro na pista central da Marginal Tietê. O suspeito de 31 anos sofreu ferimentos leves, foi socorrido, levado a um hospital, teve alta e na sequência foi preso.

Durante a perseguição, uma viatura se envolveu em um acidente com outro carro. A motorista do carro e os policiais não ficaram feridos.

Uma viatura se envolveu em um acidente com outro carro
Uma viatura se envolveu em um acidente com outro carroReprodução/Record TV

De acordo com a Polícia Militar, ele tentou matar a ex-mulher ao empurrá-la de um muro com um barranco ao fundo. O casal está separado há um mês. Eles foram casados por 12 anos e tem um filho de 10 anos. O R7 tentou contato o advogado do suspeito, mas não obteve retorno.

No domingo, o homem foi até a casa da ex-mulher para levar o menino para a praia. Ela não permitiu pois o pai da criança não tinha permissão para viagens. Ele ficou nervoso e tentou jogar a ex-mulher de um muro, onde há um barranco de cerca de oito metros de altura. Os familiares tentaram impedi-lo e ele fugiu após a polícia ser acionada por vizinhos.

Segundo os policiais, o suspeito confessou que estava fugindo porque acabara de agredir e tentar matar a ex-mulher.

O homem foi conduzido ao 91º distrito policial do Ceagesp, mesmo DP em que a ex-mulher prestou depoimento. Ao delegado, ela desistiu de dizer que houve tentativa de homicídio. Ele ficará na carceragem da delegacia até a audiência de custódia, que deve ocorrer nesta segunda-feira (12).

O caso foi registrado como violência doméstica e lesão corporal, pela lei Maria da Penha. Segundo a polícia, com medo, a mulher pediu para que o ex-marido não respondesse por tentativa de homicídio, para que ele não fosse preso e ordenasse alguém matá-la.

Fonte:: R7

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Polícia Civil prende por tráfico de drogas casal que ostentava vida de luxo em bairro da periferia de Presidente Epitácio

Dinheiro, celulares e documentos apreendidos pela Polícia Civil na residência do casal Dup…