Home Bcn Após ser espancada, mulher fica 6 dias internada e morre; ex-companheiro é preso

Após ser espancada, mulher fica 6 dias internada e morre; ex-companheiro é preso

4 primeira leitura
0

Camila Silva Alves morreu em hospital de Tubarão

Segundo a Polícia Civil, homem invadiu a casa e agrediu a vítima na cabeça e nos braços.

 

 

Uma mulher de 29 anos morreu na segunda-feira (22) após ficar seis dias internada no hospital em Laguna, no Sul catarinense, vítima de espancamento. Segundo a Polícia Civil, o suspeito do crime é o ex-companheiro de Camila Silva Alves, que está preso. Ele já tem passagens por violência doméstica contra familiares e deve ser indiciado por feminicídio.

O crime ocorreu por volta das 20h do dia 16 de outubro no bairro Barbacena. Segundo a Polícia Militar, a filha da vítima acionou os policiais depois que o homem invadiu a casa e provocou as agressões. A mulher foi encontrada com ferimentos na cabeça e nos braços. Ela estava desacordada e caída no chão da cozinha.

Os bombeiros levaram a vítima para atendimento no hospital da cidade. No entanto, por causa da gravidade do caso, ela precisou ser transferida para a cidade vizinha, onde permaneceu internada no Hospital Nossa Senhora da Conceição, de Tubarão.

O laudo com a causa da morte ainda não foi divulgado. Até as 13h, o corpo estava no Instituto Médico Legal (IML) e deve passar por perícia.

Camila deixa três filhos e até esta publicação não havia informações de onde irá ocorrer o velório e o enterro.

Investigação
No dia do crime, o ex-companheiro da vítima foi preso pela Polícia Militar na casa do pai dele, escondido nos fundos de um rancho.

Segundo o delegado Franco Gomes Reginato, da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami), o suspeito foi preso preventivamente em Laguna e depois transferido para Criciúma.

“Eles tinham se separado recentemente quando o fato ocorreu. Ele já tem passagem por crime de violência doméstica contra familiares e deve ser indiciado por feminicídio. Estamos aguardando a chegada do laudo de necropsia para concluir o caso”, explicou.

A expectativa é que o laudo chegue até a quarta-feira (23) na delegacia, de acordo Reginato. Ele também afirmou que fez diligências no local do crime e que analisou os depoimentos de testemunhas.

Fonte: G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Polícia Civil prende por tráfico de drogas casal que ostentava vida de luxo em bairro da periferia de Presidente Epitácio

Dinheiro, celulares e documentos apreendidos pela Polícia Civil na residência do casal Dup…