A apresentadora é acusada pela morte da transexual G. S., que ocorreu no dia 23 de Junho

 

 

Uma apresentadora de TV que não teve o nome revelado foi presa na manhã da última segunda-feira (17) pela Seção de Homicídios da 13ª Subdivisão Policial, que cumpriu mandato de busca e apreensão e de prisão temporária expedidos pelo Juízo da 3ª Vara criminal de Ponta Grossa, Paraná.

A apresentadora é acusada pela morte da transexual G. S., que ocorreu no dia 23 de Junho. Como a prisão é temporária a delegada responsável pelo caso, Tânia Sviercoski, informou que a identificação da suspeita não será divulgada. Caso que pode mudar caso a prisão se torne preventiva.

Leia também: Polícia mexicana encontra caminhão abandonado com 150 corpos

Segundo informou a Polícia Civil, testemunhas teriam visto a apresentadora obrigando a transexual a entrar em seu veículo, momentos antes de seu corpo ter sido encontrado nas margens da rodovia que liga os municípios de Castro e Ponta Grossa.

A vítima sofreu dois disparos de arma de fogo, e ao pedir ajuda acabou atropelada por um veículo que passava pela rodovia. A condutora que acabou atropelando a vítima por volta das 22h30 parou para prestar socorro. Ela chegou a ser submetida ao teste do bafômetro que registrou negativo.

Fonte: Notícias ao Minuto

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Polícia Civil prende por tráfico de drogas casal que ostentava vida de luxo em bairro da periferia de Presidente Epitácio

Dinheiro, celulares e documentos apreendidos pela Polícia Civil na residência do casal Dup…