Polícia fez pedido de prisão contra o marido, considerado suspeito do crime

 

O corpo da auxiliar de limpeza Elis Gardenia Bezerra Martins, que estava desaparecida desde o dia 16 de outubro, foi encontrado em Santana de Parnaíba, região metropolitana de São Paulo, na terça-feira (31). O marido de Elis é suspeito do crime, e a Polícia Civil pediu sua prisão temporária.

A polícia chegou ao corpo da mulher por meio do irmão do marido da vítima. O irmão foi indiciado por auxiliar na ocultação do corpo. Após prestar depoimento, ele foi liberado.

Os nomes dos suspeitos não foram revelados pela polícia.

Segundo depoimento de familiares à Polícia Civil, no dia do desaparecimento, Elis teria ido até a casa de sua empregadora para buscar uma quantia em dinheiro alegando que iria fazer uma mudança.

Ainda de acordo com os depoimentos, o marido de Elis, com quem ela era casada havia cerca de sete anos, deixou a casa em que moravam um dia depois do desaparecimento da mulher levando o filho de dois anos do casal e outros seis que tem de relacionamentos anteriores.

Ainda segundo familiares, um dia antes do desaparecimento, o casal teria discutido por causa da ex-mulher dele. De acordo com uma amiga de Elis, ouvida pela reportagem, a auxiliar de limpeza pretendia se separar.

A polícia espera que o marido da mulher se apresente ainda nesta quarta-feira (1º).

Fonte: R7

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Agência revela que divulgou campanha de Bolsonaro nas eleições por App

Empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para fazer, pelo What…