Home Bcn Barcos de pesca de Gaza desafiam bloqueio de Israel e recebem tiros de alerta

Barcos de pesca de Gaza desafiam bloqueio de Israel e recebem tiros de alerta

4 primeira leitura
0

Foto: AFP

Um grupo de barcos de pesca palestinos na costa de Gaza desafiou um bloqueio da Marinha de Israel e recebeu tiros de aviso dos navios israelenses, neste sábado, disseram organizadores dos barcos.

Cerca de 20 barcos de pesca saíram da Cidade de Gaza em direção à fronteira marítima com Israel. O Ministro da Saúde de Gaza disse que não houve mortes.

Uma porta-voz militar de Israel afirmou que os navios deram aos barcos avisos verbais antes de dispararem para o ar.

Testemunhas palestinas afirmaram que alguns a bordo colocaram pneus em chamas e os lançaram à deriva em direção à fronteira marítima, antes de serem confrontados pelos quatro navios da Marinha israelense.

Israel afirma que o bloqueio naval a Gaza tem a intenção de prevenir que armas cheguem a grupos militantes, inclusive o Hamas, o movimento islâmico que controla o enclave palestino.

Mais de 2 milhões de palestinos se amontoam na Faixa de Gaza, que está passando por profundos problemas econômicos.

Israel e Egito, citando questões de segurança, mantêm restrições rígidas em suas fronteiras com Gaza, que reduziram a economia a um estado de colapso.

As Nações Unidas e esforços liderados pelo Egito tentam mediar um cessar-fogo de longo prazo entre Israel e o Hamas, que travaram três guerras desde 2008. A tentativa também tem a intenção de lidar com assuntos humanitários em Gaza e melhorar sua economia.

Adham Abu Selmeya, um dos organizadores da pequena frota, disse que o evento era para enviar uma mensagem a todos os lados envolvidos nos esforços pelo cessar-fogo.

“Queremos que o mundo veja a realidade do bloqueio e o sofrimento das pessoas de Gaza e não vamos aceitar nada menos do que o fim do bloqueio de uma vez por todas”, disse.

A violência entre as fronteiras cresceu nos últimos meses. Desde que protestos semanais começaram, em 30 de março, o exército israelense já matou 161 palestinos, e um atirador de Gaza matou um soldado israelense.

Na quinta-feira, mediações do Egito encerraram uma onda de dois dias de ataques de foguetes e bombardeios aéreos entre Israel e grupos militantes de Gaza.

Fonte: Reuters

Carregar mais por Bcn

Veja Também

Grupo Parlamentar Brasil/Itália pede para Temer extraditar Battisti

Por Agência Brasil O presidente do Grupo Parlamentar Brasil/Itália, deputado federal Ruben…