Home Brasil Caminhoneiros negam nova greve anunciada a partir de segunda-feira (4)

Caminhoneiros negam nova greve anunciada a partir de segunda-feira (4)

5 primeira leitura
0

Foto: Reprodução/Bcn

Mais uma vez notícias sobre uma suposta nova greve dos caminhoneiros acabaram chamando a atenção.

 

Mais uma vez um boato sobre uma nova greve de caminhoneiros começou a circular nas redes sociais e em grupos do WhatsApp. Rapidamente, vários sites publicaram notícias afirmando que no dia 4 de junho, segunda-feira, haverá uma nova paralisação dos caminhoneiros.

Como de costume, notícias falsas começam a circular por via de aplicativos de mensagens e são compartilhadas rapidamente, se tornando aparentemente reais. Para saber ao certo sobre a veracidade dessa nova greve dos caminhoneiros 2018, devemos coletar informações verdadeiras que mostrem a realidade dos fatos.

Governo fica de olho em notícias falsas sobre nova greve dos caminhoneiros
Quem parece não ter gostado nem um pouco dos boatos foi o Governo Federal.

Os caminhoneiros conseguiram mostrar para as autoridades que governam o país que o Brasil depende deles para se desenvolver.

De acordo com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, órgãos de inteligência estão de olho em vídeos, mensagens e notícias falsas sobre a suposta nova paralização dos motoristas. Ele ainda afirma que, se for necessário, o Governo irá tomar medidas contra todos os responsáveis por compartilhar notícias falsas (Fake News), em grupos e também redes sociais.

Padilha também reforçou que os acordos feitos entre os caminhoneiros e o Governo Federal entrarão em vigor. Alguns deles são a não cobrança de pedágio do eixo suspenso, reserva de cerca de 30% de frete na tabela Conab para caminhoneiros autônomos e desconto de R$ 0,46 pelo litro do óleo diesel.

Ainda segundo o ministro, eles estarão atentos a postos de combustível que por acaso cobrem preços abusivos na gasolina, óleo diesel e álcool.

Caminhoneiros negam que haverá nova greve
A conclusão da notícia que afirma que no dia 4 de junho o Brasil irá novamente parar é que não passa de um boato. Carolina Rangel, porta-voz da Abcam, afirmou que os caminhoneiros não estão envolvidos em nenhuma nova paralização e desconhece os áudios compartilhados pelo WhatsApp.

Ainda reforça que a greve dos caminhoneiros já está resolvida após um acordo feito entre o governo e os motoristas. Parece que mais uma vez as pessoas acreditaram em notícias falsas compartilhadas rapidamente pelas redes sociais.

Isso reforça a importância de sempre procurar informações sérias que realmente mostrem de fato a realidade do que está acontecendo. Boatos sempre irão existir, por isso, não compartilhe algo que desconheça antes de checar todas as informações com cautela.

Fonte: Blasting

Carregar mais por Brasil

Veja Também

Preços de produtos da ceia de Natal têm variação de até 210% em Vitória, diz Procon

Foram comparados os valores de 85 itens de diferentes marcas. O preço das nozes foi o que …