Home Bcn Carga de quase uma tonelada de maconha é apreendida dentro de caminhão

Carga de quase uma tonelada de maconha é apreendida dentro de caminhão

7 primeira leitura
0

Drogas estavam em caixas dentro de caminhão

Drogas seriam trasportadas para o Pará, Rio de Janeiro e São Paulo.

 

Uma carga de quase uma tonelada de maconha do tipo “skunk” foi apreendia pela Polícia Civil do Amazonas, nesta quinta-feira (1º). As drogas foram interceptadas em um caminhão, quando o veículo era embarcado em uma balsa na Zona Oeste de Manaus. Os entorpecentes seriam transportados para Belém e, de lá, seriam distribuídos para estados do Sudeste do Brasil. Duas pessoas foram presas em flagrante. O esquema de tráfico de drogas era investigado há mais de duas semanas.

O Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) iniciou as investigações do caso há 20 dias. O transporte da carga de maconha era monitorado. Por volta das 19h desta quinta-feira, os policiais civis do Denarc e do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) chegaram até localização das drogas. Foram apreendidos cerca de 900 kg de maconha dentro de um caminhão em um porto privado, localizado na avenida Padre Agostinho Caballero Martin, no bairro Compensa, Zona Oeste. A carga de maconha estava distribuída em caixas e cobertas com uma lona. Os tabletes estavam acima de uma carga de ferro.

O carregamento de 900 kg de maconha foi maior apreensão do Denarc em 2018.
O veículo foi parado quando estava prestes a embarcar em uma balsa. O motorista Carlos Alberto Batista Varjão, de 59 anos, e a passageira Elen Cristina de Araújo, 31 anos, estavam no caminhão e foram presos em flagrante.

“Ontem, obtivemos a confirmação que essa droga já estava embarcada e que estava aguardando apenas a balsa. As equipes foram até porto e os dois estavam dentro da cabine. Eles não ofereceram resistência na prisão. Quando foi perguntado onde as drogas estavam, eles falaram. As drogas estavam encaixotadas”, revelou a diretora-adjunta do Denarc, delegada Tamara Albano.

As investigações da polícia indicam que as drogas são originárias da Colômbia e entraram no Brasil pela Tríplice Fronteira (Brasil, Colômbia e Peru) na região do município amazonense de Tabatinga. Os entorpecentes seguiriam para o Pará e depois seriam transportados para os estados do Rio de Janeiro e São Paulo.

“O Carlos nos informou que, inicialmente, eles iriam para Belém, onde parte da droga ficaria. O restante da droga seguiria para os estados do Rio e São Paulo”, disse a delegada.

 

Ellen Cristina de Araújo e Carlos Alberto Batista foram presos em flagrante — Foto: Adneison Severiano/G1 AM

Ellen Cristina de Araújo e Carlos Alberto Batista foram presos em flagrante (Foto: Adneison Severiano)

A Polícia Civil continuará com as investigações para identificar e prender os fornecedores das drogas. Carlos Alberto e Elen Cristina foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. A dupla foi apresentada na manhã desta sexta-feira (2). Eles não quiseram comentar as acusações da polícia. Após os procedimentos no Denarc, eles serão levados para Audiência de Custódia, no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, Zona Sul. Os dois são amazonenses e não possuem antecedentes criminais.

O carregamento de 900 kg de maconha foi maior apreensão do Denarc em 2018. O secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Amadeu Soares, ressaltou que a apreensão é forte golpe contra o crime organizado. Ele destacou que a fronteira precisa ter uma atuação conjunta das forças de segurança do país.

“Uma droga, provavelmente, vinda de território colombiano. Um duro golpe que a polícia deu nas organizações criminosas que transportam esse tipo de entorpecente para comercialização no Sudeste do Brasil. É a prova cabal que nós precisamos ter o controle interagências de fronteira”, afirmou o secretário.

Fonte: G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Lula é indiciado por lavagem de dinheiro e tráfico de influência

O filho do ex-presidente também foi indiciado A Polícia Federal indiciou o ex-presidente L…