Atestado médico indicou que o turista foi vítima de parada cardíaca.

O corpo do turista que morreu depois de um mergulho em Fernando de Noronha foi enterrado na manhã desta quinta-feira (19) no cemitério Memorial do Alto Tietê, no Jardim Mirian, em Suzano.

O autônomo Sebastião Alves Filho, de 52 anos, passou mal depois de um mergulho cerca de 12 metros de profundidade na região de Caieiras na terça-feira (17). Ele ficou aproximadamente 30 minutos embaixo da água e ao retornar passou mal.

“Após o mergulho o visitante passou mal e teve uma parada respiratória. Nós realizamos os primeiros socorros, fizemos a ventilação artificial e ainda havia registro de batimento cardíaco. Nós seguimos de volta para o Porto de Santo Antônio e ele foi encaminhado para o hospital pela equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência)”, contou Jorge Nunes, gerente geral da operadora de turismo contratada pelo autônomo.

O atestado médico indica que o turista foi vítima de parada cardíaca. Segundo o gerente da empresa de mergulho, o visitante não informou que tivesse nenhum problema de saúde. “A ficha dele não indicava nenhum problema, o histórico médico também não registrava nenhum tipo de informação. Eu acho que foi uma fatalidade, não é possível dizer que a morte ocorreu por conta do mergulho”, analisou Jorge Santos.

Fonte: G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Agência revela que divulgou campanha de Bolsonaro nas eleições por App

Empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para fazer, pelo What…