Robinho (centro) deverá ser a principal novidade do Cruzeiro na partida contra o Botafogo, no Rio

Time de Mano Menezes jogará desfalcado por Dedé e Arrascaeta nesta quarta

 

 

Se nos mata-matas o Cruzeiro tem alcançado os objetivos (semifinal da Copa do Brasil e quartas de final da Copa Libertadores), o mesmo não se pode dizer sobre seu aproveitamento no Campeonato Brasileiro. Dos últimos cinco compromissos no torneio por pontos corridos, o time celeste conseguiu vencer apenas um – foram três empates e uma derrota. Nesta quarta-feira, às 19h30, os mineiros terão nova oportunidade de melhorar o rendimento na competição nacional. O adversário da vez é o Botafogo, que tenta a recuperação após ser goleado por 4 a 0 para o Grêmio na última rodada.

Na sétima colocação do Campeonato Brasileiro, com 31 pontos, o Cruzeiro precisa vencer os cariocas para voltar ao caminho das vitórias depois do empate por 0 a 0 com o Internacional dentro de casa. Se alcançar o resultado positivo, o time celeste poderá ficar a um ponto do arquirrival Atlético, primeiro da zona de classificação para a Copa Libertadores de 2019. Para isso, o alvinegro precisará ser derrotado pelo líder São Paulo em duelo marcado também para esta quarta, às 21h45, no Independência, em Belo Horizonte.

Mano Menezes tem dois desfalques relevantes para o jogo desta quarta-feira. Convocado para a Seleção Brasileira, o zagueiro Dedé é ausência certa no duelo e também no compromisso seguinte, contra o Sport, no Recife. Arrascaeta chegou a integrar a lista da Seleção Uruguaia, mas retornou ao Brasil após ter lesão diagnosticada no bíceps femoral esquerdo. A tendência é que Murilo e Rafinha, respectivamente, sejam os substitutos. Outra opção para o setor defensivo é Manoel. Já para o ataque, o treinador tem à disposição David e possivelmente Rafael Sobis, que se recuperou de inflamação no pé.

Outro possível problema é na lateral esquerda. Egídio não participou da última atividade antes do jogo contra o Botafogo, na Toca da Raposa II, e poderá ser substituído por Marcelo Hermes. Apesar de tantos desfalques, Mano Menezes tem uma notícia positiva para a partida desta quarta. O treinador ganhou Robinho, atleta fundamental em seu esquema. O meio-campista foi preservado no empate por 0 a 0 com o Internacional, na última rodada da Série A, mas retornará no duelo contra o Botafogo. Ele deve formar a linha de meio-campo com Thiago Neves e Rafinha.

Nessa terça-feira, ainda em Belo Horizonte, Thiago Neves lamentou a ausência de tantos titulares no jogo diante do Botafogo, mas garantiu que a reposição será feita à altura. “O Dedé a gente não precisa falar da tranquilidade que temos com o Dedé ali na zaga. Bola aérea, ele estava confiante no mano a mano. Vai fazer muita falta pelo jogador que é, pelo líder que é (…) O Arrascaeta é nosso desafogo, é o jogador que dribla, que consegue faltas, segura bem o jogo. (…) Quando está fora o Arrascaeta, eu, particularmente, sinto muita falta dele. (…) Mas os jogadores do mesmo nível nós temos e é torcer para entrar da mesma forma e nos ajude da mesma forma”, destacou.

Botafogo

Vivendo fase turbulenta em General Severiano, o técnico Zé Ricardo recebeu boa notícia para escalar o Botafogo. O meio-campista Rodrigo Lindoso e o atacante Kieza se recuperaram de lesão e foram relacionados para o jogo contra o Cruzeiro. A tendência é que pelo menos o primeiro já inicie a partida como titular. O goleador, porém, deve ficar como opção no banco de reservas. Brenner segue com a função de centroavante.

BOTAFOGO X CRUZEIRO

Botafogo
Saulo; Marcinho, Igor Rabello, Joel Carli e Moisés; Matheus Fernandes, Rodrigo Lindoso (Jean) e Leo Valencia; Luiz Fernando, Erik e Brenner (Kieza). Técnico: Zé Ricardo

Cruzeiro
Fábio; Edilson, Leo, Murilo e Egídio (Marcelo Hermes); Henrique e Lucas Silva; Robinho, Thiago Neves e Rafinha; Barcos. Técnico: Mano Menezes

Motivo: 23ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e horário: 5 de setembro de 2018 (quarta-feira), às 19h30
Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manos (FIFA/SP) e Rogerio Pablos Zanardo (SP)

Fonte: Mg. Super Esportes

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn
Comentários estão fechados.

Veja Também

Prazo para regularizar situação no BPC vai até 31 de março

Data é para quem nasceu no primeiro trimestre As pessoas que recebem o Benefício de Presta…