Em carta, Lula diz que golpe quer tirá-lo das eleições em que é favorito

2 primeira leitura
0

Foto: Reprodução/Internet/Bcn

No documento, o petista diz que há representantes do atual governo federal que articularam seu afastamento, mas “não são dignos”

 

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) enviou, ontem (27), uma carta para que fosse lida neste sábado (28), durante a convenção estadual do partido na capital paulista. No texto, o petista diz que houve “um golpe dentro do golpe com a intenção de tirá-lo das eleições em que é favorito”.

No documento, o petista diz que há representantes do atual governo federal que articularam seu afastamento, mas “não são dignos”. “Não nos representam e não conseguirão nos derrotar”, destacou aos militantes. Lula reforçou a inexistência de provas em sua condenação.

Em seguida, a carta diz que, no dia de hoje, o foco é São Paulo, Estado em que “também estão profundamente fincadas as raízes do PT”. Ao final, o petista reforçou as candidaturas do ex-prefeito de São Bernardo do Campo Luiz Marinho, ao governo estadual, além de Gilmar Tato e Eduardo Suplicy, ao Senado. “Venceremos com Marinho, Gilmar Tato, Suplicy e a força do povo” .

Mesmo preso e condenado na Lava Jato, Lula deve ser oficializado como candidato ao Planalto no dia 4 de agosto, em encontro nacional do PT na capital paulista. O partido organiza um evento com a militância para registrar a candidatura do ex-presidente no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, no próximo dia 15.

Fonte: Diário de Pernambuco

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Investigação não encontrou evidências de que Trump obstruiu inquérito sobre Rússia, diz Barr

O secretário de Justiça e procurador-geral dos Estados Unidos, William Barr, disse nesta q…