Torcedores se aglomeram nas redondezas do evento, no qual um telão vai transmitir o embate entre brasileiros e belgas (foto: Gladyston Rodrigues)

Polícia Militar orienta que torcedores rumo ao local mudem de ideia; capacidade era limitada a duas mil pessoas

 

 

Um dos locais preferidos do torcedor para acompanhar jogos da Copa do Mundo, o quarteirão fechado entre a Rua Paraíba e a Avenida Getulio Vargas, na região da Savassi, está com lotação máxima (duas mil pessoas). Com isso, não é mais permitida a entrada de interessados em acompanhar a partida entre Brasil e Bélgica, válida pelas quartas-de-final da Copa do Mundo.

A orientação da Polícia Militar é que os torcedores evitem o local, em razão da lotação. “Quem ainda nao chegou à Savassi nem precisa vir, pois nao poderå assistir ao jogo”, alerta o major Orleans Dutra, vinculado à PM.

Em razão da complicação, muitas pessoas fizeram de dois dos canteiros da Praça da Savassi uma especie de camarote. Caso das amigas Suelane Almeida, de 33 anos, e Aline de Souza, de 28. Elas nem tentaram entrar na área limitada do telão. Garantiram, desde cedo, um lugar na plataforma mais alta do canteiro. “Aqui é muito melhor. Vemos o jogo e a festa por cima. O camarote daqui é muito bom. Além disso, não tem muvuca e a van da PM está bem átras, garantindo a segurança”, disse Aline.

 

Confira, no vídeo abaixo, a movimentação no local:

 

Fonte: Em

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Brasil

Veja Também

Transporte público funciona parcialmente em dia de paralisação

Manifestantes voltam às ruas do país Diversas cidades brasileiras registram hoje (14) mani…