Em cinco cidades de MT foram realizados mandados de busca e apreensão. A Operação “sem saída” foi deflagrada pela Polícia Federal do Paraná.

 

Eudes Tarcísio Aguir, ex-prefeito de Brasnorte, a 580 km de Cuiabá, foi preso, na quinta-feira (22), suspeito de envolvimento em um esquema de lavagem de dinheiro e tráfico internacional de drogas. Ele e outras duas pessoas do município tiveram o mandado de prisão cumprido durante a operação “sem saída”, deflagrada pela Polícia Federal (PF).

Os presos foram trazidos para Cuiabá, prestaram depoimentos e devem ser encaminhados para Curitiba (PR).

O G1 não conseguiu localizar a defesa do ex-prefeito.

PUB

Mandados foram cumpridos também em Tapurah, Juara, Nova Maringá e Cuiabá. No entanto, o centro da operação ocorreu em Curitiba, onde outras pessoas foram detidas. Ao todo, 18 mandados de busca e apreensão foram cumpridos, nos dois estados.

A operação “sem saída” é um desdobramento da operação spectrum, desencadeada em julho de 2017. Na época, um dos maiores traficantes da América do Sul, Luiz Carlos da Rocha, o “cabeça branca”, foi preso.

Segundo a PF, essa é uma das maiores operações contra o sistema financeiro nacional, mais de R$ 100 milhões foram apreendidos.

Fonte: G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por BCN

Veja Também

Estudo revela quão perdidos estaríamos se o GPS sofresse uma queda

Uma interrupção do serviço GPS poderia até mesmo causar uma perda diária de 1 bilhão de dó…