Foto: Reprodução/Twitter

Investigada em operação da PF, deputada está proibida de ter contato com outros investigados, entre eles o pai. Mas ministro do STF entendeu que evento é familiar e permitiu encontro neste domingo.

 

 

 

O ministro Luiz Edson Fachin autorizou a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) a visitar o pai, o deputado cassado e presidente do PTB, Roberto Jefferson, neste domingo (12), Dia dos Pais.

Investigada na Operação Registro Espúrio, da Polícia Federal, que apura fraudes na concessão de registros de novos sindicatos pelo Ministério do Trabalho, a deputada está proibida de manter contato com outros investigados, entre os quais Jefferson.

A decisão do ministro, de sexta-feira (10), atendeu a pedido da defesa da parlamentar.

Em junho, Fachin já havia autorizado Cristiane Brasil a comparecer à festa de aniversário do pai, no Rio de Janeiro, por considerar que era um encontro pontual e não contato permanente.

Assim como naquela ocasião, o ministro entendeu que o Dia dos Pais é evento de natureza familiar e que o contato não será permanente.

Roberto Jefferson foi alvo da primeira fase da Registro Espúrio em junho – a Polícia Federal chegou a pedir a prisão dele, mas Fachin rejeitou após receber parecer da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, contrário à prisão. Na segunda fase da operação, a Polícia Federal fez buscas nas residências e no gabinete de Cristine Brasil.

Fonte: G1

Veja Também

Mulher é presa após forjar sequestro em Viamão e pedir R$ 300 mil de resgate ao marido, diz polícia

Investigação do caso começou por volta do meio-dia de quarta-feira (16) e se estendeu até …