Home Bcn Notícias BCN Governo federal anuncia gabinete de crise para monitorar tragédia em Brumadinho

Governo federal anuncia gabinete de crise para monitorar tragédia em Brumadinho

4 primeira leitura
Comentários desativados em Governo federal anuncia gabinete de crise para monitorar tragédia em Brumadinho
0
91

Imagem mostra lama de rompimento de barragem em MG

Barragem da mineradora Vale rompeu e mar de lama invadiu região. Segundo Ibama, acompanhamento sobre tragédia passará para competência federal se resíduos ultrapassarem limites de MG.

O porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio Rêgo Barros, informou nesta sexta-feira (25) que o governo federal criou um gabinete de crise para monitorar e definir ações a serem tomadas em razão do rompimento de uma barragem em Brumadinho (MG).

De acordo com Rêgo Barros, o presidente Jair Bolsonaro tem a “intenção” de ir à cidade mineira neste sábado (26), pela manhã.

O rompimento da barragem, da mineradora Vale, ocorreu no início da tarde desta sexta. Um mar de lama invadiu a região e moradores da parte mais baixa da cidade estão sendo retirados das casas, segundo a Defesa Civil.

Pouco antes de o governo federal anunciar a criação do gabinete de crise, Bolsonaro afirmou em uma rede social que lamenta o acidente. Informou que alguns ministros vão se dirigir ao local.

Tragédia em Brumadinho — Foto: Reprodução/TV Globo
Tragédia em Brumadinho ( Foto: Reprodução/TV Globo)

Em uma rede social, a Advocacia Geral da União (AGU) informou que acompanha “de perto” as razões e impactos do desastre, considerado “lamentável”.

Segundo a AGU, uma equipe do órgão está mobilizada para analisar as consequências e tomar as medidas cabíveis.

O que diz o Ibama


Em nota, o Ibama – instituto federal responsável pela fiscalização ambiental em âmbito nacional – afirmou que, em situações de emergência, a competência de acompanhamento é do órgão licenciador, que, neste caso, é do estado de Minas Gerais.

Ainda de acordo com o comunicado, o Ibama só assumiria a competência pela tragédia de Brumadinho se o resíduos ultrapassarem os limites territoriais de Minas Gerais ou se os desdobramentos do incidente acabarem atingindo “significativamente” um bem da União.

“De qualquer maneira, o Ibama continuará acompanhando o evento e prestando o apoio necessário aos órgãos públicos, por força de seus acordos junto ao P2R2 (Plano Nacional de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos– Decreto 5.098/04). O órgão fiscalizador da segurança das barragens de mineração é a Agência Nacional de Mineração (ANM), segundo a PolíƟca Nacional de Segurança de Barragens (Lei n. 12.334/2010). Fonte: G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por BCN
Comentários estão fechados.

Veja Também

60ª fase da Lava Jato: PF prende Paulo Preto e mira Aloysio Nunes

Ao todo, 46 agentes cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão em São Paulo A Políc…