Home Bcn Haddad escolhe acusado de caixa 2 como tesoureiro de campanha

Haddad escolhe acusado de caixa 2 como tesoureiro de campanha

4 primeira leitura
0

Haddad oficializou Francisco Macena como administrador financeiro dois dias depois de Lula indicá-lo como candidato à Presidência

 

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, nomeou como tesoureiro de sua campanha presidencial seu ex-secretário Francisco Macena. Ambos são alvo de inquérito da Polícia Federal (PF) que apura suposto uso de caixa 2 na eleição dele à Prefeitura de São Paulo em 2012. As informações são da Coluna do Estadão.

A acusação foi feita pela empresária Mônica Moura, mulher do marqueteiro João Santana. Em delação premiada, ela relatou reunião com Antonio Palocci, João Vaccari e Macena na qual ficou combinado que, da conta de R$ 30 milhões no primeiro turno, R$ 10 milhões seriam pagos por fora pela Odebrecht.

Haddad oficializou Macena como administrador financeiro da sua atual campanha dois dias depois de Lula indicá-lo como candidato ao Planalto. Na colaboração, Mônica afirmou que tanto ele quanto Haddad sabiam dos pagamentos em caixa 2.

Sobre o atual tesoureiro de Haddad, a delatora disse em depoimento: “Ele participou da conversa em geral, valores, então ele sabia da parte por fora”. Com relação a Haddad, afirmou que nas conversas com ele, quando cobrava pagamentos atrasados, “ficava claro que era dinheiro por fora”.

A empresária contou, ainda, que no 2.º turno recebeu R$ 10 milhões “por fora”. Mônica Moura reconheceu que o valor para essa fase da disputa é alto, mas afirmou que Lula queria muito eleger Haddad prefeito. “Todo mundo queria a vaga (de candidato), mas o Lula bancou”.

Outro lado
A assessoria de Haddad diz que “não há depoimento ou registro de qualquer declaração nesse sentido. Há apenas presunções, ilações, sem base objetiva. O então prefeito não só não participou como jamais teve ciência de tais negociações. Não houve qualquer indicativo de tratativas por fora”. A defesa de Macena afirma que “são inverídicas as alegações de Mônica Moura e que não participou de reunião para tratativas de pagamento por fora na campanha de Fernando Haddad para a prefeitura de 2012”.

Fonte: Metrópoles

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Polícia Civil prende por tráfico de drogas casal que ostentava vida de luxo em bairro da periferia de Presidente Epitácio

Dinheiro, celulares e documentos apreendidos pela Polícia Civil na residência do casal Dup…