Home São Paulo Incêndios em duas favelas de São Paulo deixam 220 desalojados

Incêndios em duas favelas de São Paulo deixam 220 desalojados

4 primeira leitura
Comentários desativados em Incêndios em duas favelas de São Paulo deixam 220 desalojados
0
201

Incêndio na rua Antônio dos Santos Neto, em Santana, zona norte de SP/Reprodução Corpo de Bombeiros de São Paulo

Segundo o Centro Gerenciamento de Emergências Climáticas, capital paulista contabiliza 19 dias sem chuva e o clima seco aumenta o potencial de incêndios

 

 

Duas favelas de São Paulo foram atingidas por incêndios que deixaram, no total, 220 pessoas desalojadas, de acordo com a Defesa Civil. Em ambas as ocorrências, uma na região leste da cidade e outra na zona norte, não houve feridos ou mortos.

O primeiro incêndio foi às 15h30 de ontem (1º) na Rua Soberania Divina, bairro de Guaianazes, zona leste. O fogo destruiu dez barracos, deixando 40 pessoas desalojadas, que foram abrigadas na casa de parentes. O Corpo de Bombeiros atuou com nove viaturas.

O outro incêndio foi registrado às 17h na Rua Antônio dos Santos Neto, bairro de Santana, zona norte. Foram atingidas 60 moradias, deixando 180 desalojados, levados para a casa de familiares. A prefeitura enviou agentes do Serviço Social, que realizaram cadastro das famílias. Os bombeiros atuaram com 20 viaturas e 60 profissionais até a meia-noite.

Segundo a Defesa Civil, não há informações sobre o que causou os incêndios. O Instituto de Criminalista vai investigar as ocorrências.

Ver imagem no Twitter

193-Bombeiros PMESP

@BombeirosPMESP

Clima seco

A cidade de São Paulo contabiliza 19 dias sem chuva, de acordo com o CGE (Gerenciamento de Emergências Climáticas). O clima seco aumenta o potencial de incêndios. O município entrou em estado de atenção para os baixos índices de umidade do ar, que estão ligeiramente abaixo de 30%.

A previsão para esta terça-feira (3) é de aumento da umidade do ar, com queda da temperatura, formação de nuvens, mas sem expectativa de chuva significativa. A condição é favorecida pela propagação de uma frente fria sobre o oceano, no litoral paulista, que se desloca para a faixa leste do estado, o que inclui a Grande São Paulo.

Fonte: R7

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por São Paulo
Comentários estão fechados.

Veja Também

Prazo para regularizar situação no BPC vai até 31 de março

Data é para quem nasceu no primeiro trimestre As pessoas que recebem o Benefício de Presta…