Tragédia aconteceu durante a Copa do Mundo no Brasil

 

 

Nove dos 11 acusados de serem os responsáveis pelo desabamento do viaduto Batalha dos Guararapes, em Belo Horizonte, durante a Copa do Mundo de 2014, são ouvidos pela Justiça em audiência que acontece, nesta sexta-feira (24), em Belo Horizonte. As oitivas são conduzidas pelo juiz José Xavier Magalhães Brandão, da 11ª Vara Criminal.

Eles foram indiciados, no inquérito que apura o caso, por homicídio qualificado. Já o Ministério Público os denunciou por desabamento qualificado pelo resultado de morte e lesão corporal. A queda do viaduto aconteceu enquanto um dos maiores eventos de futebol do mundo acontecia no Brasil. Uma motorista de ônibus e o motorista de um carro que passava pelo local morreram e 22 de pessoas ficaram feridas.

Os réus atuavam, à época, nas empresas Consol, responsável pelo projeto, Cowan, responsável pela execução da obra, e Sudecap, responsável pela fiscalização da obra. Não há previsão do anúncio de sentença para esta sexta, uma vez que ainda há outros envolvidos para serem ouvidos. Um dos 11 acusados será interrogado por carta precatória, já que ele está no Peru. Um outro réu morreu.

Fonte: R7

Veja Também

Coreia do Norte está comprometida com desnuclearização completa e encontro com Trump, diz Coreia do Sul

SEUL (Reuters) – O líder norte-coreano Kim Jong Un reafirmou seu compromisso de “com…