Larghi cita cinco opções para a ponta, valoriza variação no meio e descarta ‘Atlético ideal’

8 primeira leitura
0

Treinador disse que tem uma dúvida sobre escalação para jogo com o Flamengo

Mais uma vez, nada de antecipar a escalação do Atlético. Em entrevista nesta sexta-feira, técnico Thiago Larghi manteve o mistério, que marcou a semana de preparação alvinegra para o jogo contra o Flamengo. E mais: o comandante listou cinco opções para a ponta direita e valorizou a rotatividade no meio-campo.

Esses são os dois setores em que o mistério reina. Afinal, no único treino que a imprensa pôde acompanhar nesta semana, Larghi testou seis jogadores diferentes nas três vagas no meio. Na ponta direita, Tomás Andrade foi titular o tempo inteiro, mas não teve escalação confirmada pelo treinador.

As opções, segundo Larghi, são muitas. Não à toa, o comandante citou, além do próprio Tomás Andrade, outros quatro jogadores que podem ocupar a ponta direita: Luan, David Terans, Edinho e Nathan.

“É uma estratégia para a partida, que varia. Pode ser o Luan também na direita. Fiz o primeiro treino ali com o Tomás, mas não quer dizer isso (que ele vai ser titular). Assim como outros jogadores que a gente tem: o David (Terans), que entrou contra o Cruzeiro, o Edinho, que vem treinando bem. São possibilidades que a gente tem. Até o Nathan, que a gente também tem a possibilidade de voltar a utilizá-lo pelo lado”, pontuou Larghi.

PUB

Na quarta-feira, o time titular teve dois meio-campos diferentes. Na primeira parte da atividade, jogaram Adilson, Matheus Galdezani e Cazares. Em seguida, os três foram substituídos, respectivamente, por José Welison, Elias e Luan. Para Larghi, as variações não atrapalham o entrosamento do time. Muito pelo contrário.

“A gente entende que o grupo está se fortalecendo, tendo cada vez mais jogadores, mais opções. Pelo treino que vocês (jornalistas) viram, a gente teve dois meio-campos diferentes. E você fala: qual é o titular? Os dois têm muita qualidade. Tem o Adilson voltando à forma. É gradativa a evolução dele. O José Welison bem, o Galdezani que foi titular na partida contra o São Paulo, por exemplo, e foi muito bem. O Cazares, que depois que atuou contra o Santos, que ele voltou do banco, essa sequência de oito jogos que a gente tem… Então, a gente vê que é um time que está se fortalecendo”, disse.

Nada de ‘time ideal’

Bruno Cantini/Atlético

Elenco do Atlético foi elogiado pelo técnico Thiago Larghi, que prepara time para encarar Flamengo

Em 25 rodadas de Campeonato Brasileiro, o Atlético nunca entrou em campo mais de uma vez com a mesma formação titular. A rotatividade – devida, em parte, a suspensões e lesões – deve continuar, mesmo com o grupo inteiro à disposição. A única exceção, aliás, é o meio-campista Gustavo Blanco, que se recupera de lesão no ligamento do joelho esquerdo e só voltará a atuar em 2019.

Larghi prega que o ideal é manter a linha defensiva intacta o máximo de tempo possível. Atualmente, essa parte do time é formada por Emerson, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos. Daí para frente, nos setores de meio-campo e ataque, as variações tendem a continuar.

“Vejo que as adaptações estão sendo muito boas, e o grupo está se fortalecendo. A gente tem mais opções. E é importante a gente utilizar a melhor estratégia em função do próximo adversário. A gente está trabalhando sempre em função disso para tentar acertar a mão e encaixar uma sequência de vitórias boa dentro dessa competição. São jogadores que têm particularidades. E, se conseguirmos utilizar bem essas particularidades dentro de cada jogo, a gente pode conseguir uma boa arrancada nessa reta final do campeonato”, disse Larghi.

As dúvidas sobre o time titular para o jogo contra o Flamengo seguem até mesmo para o treinador. “A gente ainda tem uma dúvida. Não sabemos ainda exato. Isso não está 100%, mas está 95% confirmado. Acho que o mais importante é ressaltar o poder do grupo que a gente tem”, completou.

O Atlético visita o Flamengo neste domingo, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo, no Maracanã, está marcado para 16h. Vencer por dois gols de diferença faz com que o time alvinegro ultrapasse o rival carioca na tabela de classificação.

Atualmente, o Atlético é o sexto colocado, com 42 pontos – três a menos que o Flamengo, que ocupa a quarta posição. Entre os dois está o Grêmio, com 44 pontos.

Fonte: Mg. Super Esportes

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Investigação não encontrou evidências de que Trump obstruiu inquérito sobre Rússia, diz Barr

O secretário de Justiça e procurador-geral dos Estados Unidos, William Barr, disse nesta q…