BRUXELAS – O líder separatista e presidente destituído da Catalunha Carles Puigdemont foi preso neste domingo na Bélgica a pedido do governo da Espanha. Puigdemont e quatro colaboradores próximos fugiram do país esta semana depois de terem sido afastados pelas autoridades espanholas por haver declarado ilegalmente a independência da região.

O governo da Espanha acusa Puigdemont de rebelião, sedição, mau uso de recursos públicos, desobediência e quebra de confiança pelo processo de separatismo da Catalunha e a sua detenção, assim como dos colaboradores, foi determinada na última sexta-feira pela Audiência Nacional um dia depois de a corte mandar para a prisão, sem direito a fiança, outros outo ex-integrantes do governo autônomo catalão.

Fonte: Msn

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Agência revela que divulgou campanha de Bolsonaro nas eleições por App

Empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para fazer, pelo What…