Home Bcn Líder de Pimentel na ALMG é confirmado para cargo vitalício no TCE

Líder de Pimentel na ALMG é confirmado para cargo vitalício no TCE

5 primeira leitura
0

Deputado Durval Ângelo (Foto: Sarah Torres)

Deputado Durval Ângelo foi aprovado, em plenário, para o cargo vitalício de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais

 

O líder do governo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Durval Ângelo (PT), foi aprovado na manhã desta terça-feira, em plenário, para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCE). O parlamentar já havia sido sabatinado e aprovado, em Comissão Especial, na noite da última quarta-feira (11).

Indicado pelo governador Fernando Pimentel (PT), ele ocupará a vaga vitalícia que foi da conselheira Adriene Andrade, que morreu em abril deste ano.

Durval Ângelo é professor aposentado e exerce o sexto mandato de deputado estadual, na Assembleia de Minas, onde teve atuação reconhecida na área de Direitos Humanos.

Mais educação, menos punição

O líder de governo chega ao TCE com um discurso de que o órgão de contas, responsável por fiscalizar o governo do estado e os municípios, deve atuar de forma “mais educativa” e “menos punitiva”. Segundo ele, nem todo erro administrativo deve ser tratado como “improbidade”. Durval também defende uma relação de independência, mas de colaboração entre o TCE e a Assembleia.

Para ocupar a vaga de conselheiro do TCE, o indicado precisa ser brasileiro, ter mais de 35 anos e ter idoneidade moral e reputação ilibada. Também se exige notórios conhecimentos jurídicos, contábeis, econômicos, financeiros ou de administração pública, ou que a pessoa tenha 10 anos de exercício em função que requeira tais conhecimentos.

Durval substituirá Adriene Andrade, que havia sido indicada pelo ex-governador Aécio Neves (PSDB). Ex-prefeita de Três Pontas, ela era mulher do ex-vice-governador de Minas, Clésio Andrade. Como ela estava em vaga de livre nomeação do governador, o espaço aberto com sua morte ficou a cargo de escolha de Pimentel.

Suplente

Na vaga de Durval, na Assembleia, assumirá o suplente Tony Carlos (MDB). Jornalista e empresário, Tony é ex-vereador em Uberaba, no Triângulo mineiro, onde exerceu seis mandatos.

Tony já foi deputado estadual enquanto o deputado Sávio Souza Cruz (MDB) foi secretário de Saúde do governo de Fernando Pimentel.

Cargo vitalício

Os conselheiros do TCE têm cargos vitalícios e as mesmas prerrogativas de desembargadores de Justiça, como carro oficial e assessores. O salário é de R$ 30.471,11. O cargo também dá direito a auxílio-moradia de R$ 4.377,73, auxílio-saúde de R$ 3.047,11 e auxílio-alimentação de R$ 941,00.

Os conselheiros to tribunal também têm direito a fazer mestrado ou doutorado com custos integralmente pagos pelo TCE, inclusive no exterior. Isso inclui passagens aéreas, pagamento de mensalidades e taxas e 90 diárias de viagens, sendo R$ 600/dia no Brasil e US$ 400/dia no exterior.

Recentemente, os membros do TCE, assim como os desembargadores do TJ, garantiram o direito de converter e receber até três meses de férias-prêmio em dinheiro por ano.

Fonte: Em

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

‘Abraço’ na Serra da Moeda protesta por rompimento de barragem da Vale em Brumadinho

Realizado há 12 anos, projeto pede a conservação ambiental de cadeia montanhosa. Neste dom…