Marquise do Parque do Ibirapuera tem trecho interditado pela Prefeitura

2 primeira leitura
0

Laudo apontou danos estruturais nas lajes superior e inferior da estrutura

Uma vistoria preventiva na marquise do Parque do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, identificou “danos na impermeabilização, infiltrações, pontos de segregação do concreto e corrosão da armadura”, o que fez a Prefeitura interditar, ainda sem prazo definido, parte do vão livre sob a estrutura.

“A laje inferior receberá reparos e novo forro removível de gesso e na laje superior deve ser feita a impermeabilização. As nervuras, pilares e vigas não apresentam danos estruturais, mas devem receber reparos localizados e proteção, para garantia de mais durabilidade”, informa a Prefeitura, por nota.

Prazos e custos da obra serão definidos pelas secretarias do Verde e do Meio Ambiente e de Infraestrutura Urbana e Obras, justamente com os órgãos de preservação ambiental, que zelam pelo tombamento do espaço.

Em 2017, parte da estrutura desabou sob o vão livre, motivando reparos. A marquise foi construída em 1954 e havia passado por uma reforma de dois anos, entre 2010 e 2012, ao custo de R$ 15 milhões. A qualidade dos serviços chegou a ser alvo de uma investigação do Ministério Público Estadual (MPE). Fonte: Notícias ao Minuto

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por BCN

Veja Também

Investigação não encontrou evidências de que Trump obstruiu inquérito sobre Rússia, diz Barr

O secretário de Justiça e procurador-geral dos Estados Unidos, William Barr, disse nesta q…