Home Brasil Moro determina execução provisória da pena de Eduardo Cunha

Moro determina execução provisória da pena de Eduardo Cunha

2 primeira leitura
0

O ex-deputado federal Eduardo Cunha, durante interrogatório na Justiça Federal do Distrito Federal (Reprodução)

 

Mesmo com Cunha sentenciado, mandado substitui, por ora, a prisão preventiva

 

Eduardo Cunha teve condenação confirmada no TRF-4 a 14 anos e 6 meses de prisão, mas isso não significa dizer que estão exauridos seus recursos.

O ex-deputado já está cumprindo a pena, mas estava em caráter de prisão preventiva, apenas por questões burocráticas judiciais.

PUB

Moro, então, por entendimento conjunto ao TRF-4, determinou nesta semana a execução provisória da pena, substituindo o caráter provisório da anterior.

É polêmico o entendimento. Os recursos não estão exauridos e há quem defenda que o cumprimento da pena deve ser feito ao fim de tudo.

“A execução da pena terá início assim que exaurida a segunda instância, não se devendo aguardar o trâmite de eventuais recursos especiais e extraordinários, os quais não versam sobre matéria de fato e não são dotados de efeito suspensivo”, versa sentença na segunda instância.

Para Cunha, que já teve embargos de declaração e infringentes rejeitados, restam apenas recursos extraordinário e especial, mas que não têm efeito suspensivo.

Fonte: Veja

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Brasil

Veja Também

Moreira Franco entra com pedido de habeas corpus no TRF-2

Ex-ministro Moreira Franco foi preso na quinta-feira (21) quando chegava de Brasília para …