Home Bcn Notícias BCN Mulher é presa após forjar sequestro em Viamão e pedir R$ 300 mil de resgate ao marido, diz polícia

Mulher é presa após forjar sequestro em Viamão e pedir R$ 300 mil de resgate ao marido, diz polícia

4 primeira leitura
0

Investigação do caso começou por volta do meio-dia de quarta-feira (16) e se estendeu até a noite, quando a mulher foi presa em flagrante em Novo Hamburgo após ‘teatral libertação de seu local de cativeiro’, segundo delegado.

 

Uma mulher foi presa em flagrante após a Polícia Civil descobrir que ela forjou um sequestro com pedido de resgate destinado ao marido, no valor de R$ 300 mil. A investigação começou por volta do meio-dia de quarta-feira (16) e se estendeu até a noite.

“Ela foi localizada na cidade de Novo Hamburgo, após uma teatral libertação de seu local de cativeiro”, diz o delegado João Paulo de Abreu.

Segundo o delegado, assim que a polícia recebeu a informação sobre um sequestro em Águas Claras, em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foi iniciada a apuração sobre extorsão mediante sequestro.

Uma negociação era feita por meio de mensagens de texto com o marido da mulher e, às 20h40, foi exigido o preço do resgate.

 

Mensagens de celular ajudaram a polícia a desvendar a falsa comunicação se sequestro — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Mensagens de celular ajudaram a polícia a desvendar a falsa comunicação se sequestro (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Diligências começaram a ser realizadas após o pedido de R$ 300 mil. Durante o trabalho realizado por policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais, ainda de acordo com o delegado, foi descoberto que a vítima de sequestro, na verdade, estava participando de associação criminosa.

Em uma das mensagens havia a informação de que a mulher estaria grávida, o que não foi confirmado pela polícia.

Quando a mulher saiu do local onde seria o cativeiro, em Novo Hamburgo, cidade que fica distante cerca de 54 km de Viamão, foi levada pelos policiais à delegacia do Deic, onde acabou presa em flagrante por estelionato, falsa comunicação de crime e organização criminosa.

Depois do registro do flagrante, ela foi encaminhada ao Departamento Médico Legal para os exames de praxe. Depois, foi conduzida ao Presídio Madre Peletier, em Porto Alegre.

Até o momento, somente a mulher foi presa.

Diretor do Deic, o delegado Sander Ribas Cajal salienta a importância de se atender de forma diferenciada os casos de extorsão mediante sequestro. “Ainda que não tenha se enfrentado o caso tradicional, o resultado obtido pela equipe foi extremamente positivo, uma vez que confirma que as metodologias de investigação empregadas estão sendo suficientes a descobrir autoria dos fatos e, no caso, o crime de estelionato”. Fonte: G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por BCN

Veja Também

‘Abraço’ na Serra da Moeda protesta por rompimento de barragem da Vale em Brumadinho

Realizado há 12 anos, projeto pede a conservação ambiental de cadeia montanhosa. Neste dom…