Ação busca suspeitos de matar pai na frente da família

 

Cinco pessoas morreram e uma ficou ferida durante uma operação da Polícia Militar, no Morro do Juramento, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. A informação foi divulgada na tarde deste sábado (28) pelo porta-voz da PM, major Ivan Blaz.A ação tinha como objetivo localizar e prender suspeitos de participação no assassinato do comerciante Augusto Silva Alves.

De acordo com a Polícia Militar, os homens foram mortos em confronto com policiais militares. Com os suspeitos, segundo a PM, foram apreendidos dois fuzis, quatro pistolas, quatro granadas, três rádios transmissores e drogas.

Em nota, a PM informou que um dos suspeitos, conhecido como Cabeça, um dos líderes do tráfico na região, morreu no local.

Entre os mortos também estão os criminosos identificados como Japona e PL da Serrinha. Japona teve suas imagens difundidas nas redes sociais em 2014, quando foi flagrado portando um fuzil na avenida Edgar Romero, em Madureira.

A polícia não confirmou se eles tinha participação no caso do comerciante assassinado.

 A sala de polícia do Hospital Getúlio Vargas informou que, além dos seis mortos, um homem ferido deu entrada na unidade estadual.
Augusto morreu na frente da família
Augusto morreu na frente da famíliaReprodução/Facebook

 

Morte na frente da família

Na última terça-feira (24), o comerciante Augusto Alves, de 24 anos, foi baleado e morto numa tentativa de assalto. Ele foi assassinado na frente da família.

O caso aconteceu na rua César Múzio, via de cesso ao morro do Juramento. Alves estava dirigindo seu carro quando foi abordado por criminosos. No mesmo veículo, estavam a mulher e o filho, que não ficaram feridos.

Segundo familiares, a vítima não reagiu, porém os suspeitos teriam se assustado com um movimento brusco do carro e atirado contra o rapaz.

Fonte: R7

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Agência revela que divulgou campanha de Bolsonaro nas eleições por App

Empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para fazer, pelo What…