Foto: Gerard Julien

Encontro serviu para eles trocarem experiência sobre as dificuldades trazidas pela altura

 

Paris, França – Um mede 2,46m, outro calça tamanho 68: alguns dos homens mais altos do mundo se reuniram em Paris para um fim de semana de trocas pessoais e intercâmbio com as pessoas atraídas por sua altura.

O grupo não passou despercebido em seu passeio pelo Champs Elysees na tarde de sexta-feira, e foram muitos os pedidos de selfies com locais e turistas.

“Eu que tenho 1,58m… Nunca podia imaginar algo assim”, brincou um francês do sudoeste do país.

Para o jogador de basquete Dalibor Micic, que, com seus 2,24m, é o homem mais alto da Sérvia, “é agradável estar com outros homens altos”.

“Toda a vida você é o mais alto de sua cidade e, aqui, quando você encontra pessoas mais altas que você, é simplesmente incrível”, explica, com um sorriso.

Usando sandálias imensas, o venezuelano Jeison Orlando Rodríguez (2,32m) ostenta o recorde de pés maiores.

“Atualmente ele calça 68. E continua aumentando! É incrível, é terrível”, destaca Georg Wessels, um sapateiro alemão.

“Quando a pessoa se encontra assim com os mais altos do mundo é uma outra sensação. É um olhar horizontal porque, generalmente, temos um hora vertical para os que são mais baixos que a gente. Mas quando estamos juntos, nos sentimos sempre como irmãos”, destaca o francês Brahim Takioullah, 2,46m e o segundo homem mais alto do mundo.

Fonte: Correio Braziliense

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Internacional

Veja Também

Agência revela que divulgou campanha de Bolsonaro nas eleições por App

Empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para fazer, pelo What…