Responsável pelo programa de governo do presidenciável na área de segurança, militar divulgou áudio sobre atentado ao candidato

 

 

O general da reserva Augusto Heleno afirmou, na sexta-feira (7/6), que o ataque sofrido pelo presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, na quinta-feira (6/9), durante ato eleitoral em Juiz de Fora (MG), “é desfecho de uma campanha diária obstinada de parte da imprensa desencadeada contra ele”.

Na avaliação do militar, responsável pelo programa de governo do presidenciável na área de Segurança Pública, “injustamente, taxaram Bolsonaro de despreparado, violento, inimigo da Pátria e amante da ditadura”. Heleno ainda emendou e declarou que a imprensa é base de “um vale-tudo para desconstruí-lo” e “calúnias, fatos distorcidos, pesquisas manipuladas e notícias são fabricadas” para prejudicar a imagem do candidato que está na disputa pelo comando do Palácio do Planalto.

Por fim, o general pede para os eleitores de Bolsonaro não perderem o entusiamo “para que consigamos conquistar o sonho de elegê-lo presidente da República”.

Fonte: Metrópoles

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Estudo revela quão perdidos estaríamos se o GPS sofresse uma queda

Uma interrupção do serviço GPS poderia até mesmo causar uma perda diária de 1 bilhão de dó…