Pela seleção olímpica, que buscará em janeiro do ano que vem a vaga aos Jogos de Tóquio-2020, os dois disputarão o Torneio Maurice Rivello, na França

Jogadores de destaque e muito utilizados pelo técnico Fábio Carille no Corinthians, os meias Pedrinho e Mateus Vital farão nesta semana os seus últimos dois jogos pelo clube antes da parada do calendário do futebol nacional para a disputa da Copa América. Os dois foram convocados para defender a seleção brasileira olímpica a partir da próxima segunda-feira e comemoram juntos nesta terça a presença na lista feita pelo treinador André Jardine.

Pedrinho se emocionou com a convocação, já que será a primeira vez que defenderá uma seleção brasileira. “Meu pai e minha mãe sempre sonharam com isso, é muito gratificante realizar esse sonho. Minha primeira convocação. Todo mundo quer estar na seleção brasileira. Seja para treinos ou para um torneio como esse”, disse Pedrinho, que comentou ainda sobre a sua relação com o pai e o gol que dedicou a ele, no último final de semana, contra o Athletico-PR, em Curitiba.

“Quero estar ao lado dos meus pais sempre. Meu pai tinha acabado de fazer uma cirurgia e pediu para eu fazer um gol para ele, por esse momento difícil. Pude fazer e dedicar para ele. Ele já estava emocionado com a convocação e fiquei feliz de poder dedicar esse gol para ele, já que estava doente. Agora, está tudo bem”, comentou.

Pela seleção olímpica, que buscará em janeiro do ano que vem a vaga aos Jogos de Tóquio-2020, os dois disputarão o Torneio Maurice Rivello, na França, mais conhecido como Torneio de Toulon. Mateus Vital festejou o fato de estar junto com Pedrinho na lista.

“A felicidade veio em dobro com essa convocação. Momento maravilhoso. Estou muito feliz de estar com o Pedrinho nessa. É o sonho de qualquer jogador representar o Brasil, pode perguntar para qualquer um. É a realização do nosso sonho. Desejo a ele as melhores coisas do mundo, não só no futebol, mas na vida pessoal. Torço para que seja feliz o resto da vida”, ponderou Vital.

Os meias corintianos destacaram a qualidade do elenco alvinegro durante a ausência deles por conta dos compromissos com a seleção olímpica. “Nosso elenco tem muita qualidade. Quem entrar, vai dar ritmo e qualidade à equipe. Quem entrar, vai dar conta do recado. Não nos preocupamos com isso (de desfalcar o time)”, falou Pedrinho.

Os dois últimos jogos da dupla no Corinthians serão contra o Deportivo Lara, da Venezuela, nesta quinta-feira, pela rodada de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana, e o clássico contra o São Paulo, no domingo, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Ambos serão na Arena Corinthians, na capital paulista.

“Ainda não sabemos se vamos jogar quinta ou não. Hoje (terça-feira) fiz só regenerativo no campo. Mata-mata é importante começar bem. Sabemos que é complicado jogar na Venezuela pelo desgaste da viagem. Ano passado fizemos um placar elástico. Jogos complicados. Clássico é importante somar. São dois jogos importantes”, disse Vital. Fonte: R7

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por BCN

Veja Também

Transporte público funciona parcialmente em dia de paralisação

Manifestantes voltam às ruas do país Diversas cidades brasileiras registram hoje (14) mani…