Pente-fino do INSS pode cortar até 1 milhão de benefícios

3 primeira leitura
0

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom

O governo prevê acabar com quase 20% dos auxílios-doença e aposentadorias por invalidez

 

 

Até o final do ano, o pente-fine do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderá cortar 1 milhão de benefícios irregulares, segundo prevê o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame.

Em 2016, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, anunciou a revisão nos nos auxílios-doença e nas aposentadorias por invalidez para eliminar pagamentos a pessoas que não têm direito a receber o benefício.

Beltrame afirmou em entrevista ao G1 que a projeção do governo é de que o pente-fino reduze 20% dos benefícios. “Nós imaginamos que, ao final do processo, nós teremos identificado cerca de 1 milhão de beneficiários que vinham recebendo benefícios irregularmente da Previdência”, disse.

Ainda de acordo com o ministro, a estimativa é que a economia para o fundo de Previdência chegue a R$ 20 bilhões.

Há dois anos o INSS tem convocado para perícia médica os segurados que recebem auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez. A meta é realizar 1,5 milhão de perícias.

No caso do auxílio-doença, foi convocado quem não passa pela revisão médica há mais de dois anos. Na aposentadoria por invalidez, devem realizar a perícia os beneficiários com menos de 60 anos de idade, que estão há dois anos ou mais sem realizar o exame.

Ficaram de fora as pessoas com mais de 60 anos, além de segurados com 55 anos de idade, que recebem o benefício há pelo menos 15 anos.

Fonte: Notícias ao Minuto

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Investigação não encontrou evidências de que Trump obstruiu inquérito sobre Rússia, diz Barr

O secretário de Justiça e procurador-geral dos Estados Unidos, William Barr, disse nesta q…