Jenilson da Silva Coelho, de 28 anos, Darlene Macedo Araujo, 32, a Ariel, e Poliana Borges de Castro, 22 

Mulher e dois homens foram presos com mais de 1 kg de pasta base e supermaconha no fim da tarde deste sábado (26).

Uma mulher e dois homens que integram o Primeiro Comando da Capital, facção criminosa de São Paulo, foram presos pela Polícia Militar no Sul do estado no fim da tarde deste sábado (26). O trio é suspeito de tráfico de drogas e tinha mais de 1kg de pasta base de cocaína e skunk.

De acordo com a PM, Jenilson da Silva Coelho, de 28 anos, Darlene Macedo Araujo, 32, conhecida como Ariel, e Poliana Borges de Castro foram presos nas cidades vizinhas de São Luiz, São João da Baliza e Caroebe, respectivamente.

O primeiro a ser preso foi Jenilson Coelho. Ele é conhecido por integrar a facção criminosa e foi visto pelos PMs em um restaurante de São Luiz. Na abordagem, ele foi flagrado com oito papelotes de skunk e informou ter comprado a droga de uma mulher apelidade de Ariel em São João da Baliza.

PM apreendeu mais de 1kg de pasta base de cocaína, skunk, balança de precisão, R$ 105 e carro com suspeitos — Foto: Divulgação/PM
PM apreendeu mais de 1kg de pasta base de cocaína, skunk, balança de precisão, R$ 105 e carro com suspeitos (Foto: Divulgação/PM)

O suspeito informou ainda aos policiais que estava hospedado em um hotel em Caroebe. Os PMs foram ao endereço e prenderam Poliana Borges por suspeita de envolvimento com o tráfico. Ela estava com os dois filhos menores, que não foram detidos.

Após a prisão da segunda suspeita, os policiais foram a São João da Baliza onde prenderam Darlene Macedo. Ela admitiu que tinha enterrado 600 gramas de pasta base de cocaína e 450 de skunk e mostrou o local aos PMs que apreenderam a droga.

Ainda segundo a PM, investigações da área de inteligência da polícia já haviam apontado que a suspeita é a chefe do tráfico na ramificação feminina do PCC e é mulher de um presidiário da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, unidade que concentra presos ligados à facção.

Os três foram detidos e entregues à Polícia Civil. Se autuados, eles devem passar por audiência de custódia que define se ficam presos ou respondem em liberdade. Fonte: G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por BCN

Veja Também

‘Abraço’ na Serra da Moeda protesta por rompimento de barragem da Vale em Brumadinho

Realizado há 12 anos, projeto pede a conservação ambiental de cadeia montanhosa. Neste dom…