Home Cidade Polícia Militar de Ribeirão Preto ganha novo comandante e Atividade Delegada

Polícia Militar de Ribeirão Preto ganha novo comandante e Atividade Delegada

9 primeira leitura
Comentários desativados em Polícia Militar de Ribeirão Preto ganha novo comandante e Atividade Delegada
0
281

Foto: Polícia Militar/Divulgação

Natural de Ribeirão, coronel Carlos Machado assume o CPI-3; cidade passa a contar com convênio que permite que PMs fiscalizem comércio ambulante irregular

 

 

Por Juliana Chijo e Rodrigo Paneghine

O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, participou da passagem do Comando de Policiamento do Interior 3 (CPI-3 Ribeirão Preto), na manhã desta sexta-feira (29), na sede da unidade. Durante o evento, foi assinado o convênio para implantar a Atividade Delegada na cidade.

O coronel Carlos Alberto Machado passa a comandar o CPI-3, em substituição ao coronel Washington Luiz Gonçalves Pestana, que chefiou a unidade desde maio de 2017 até agora.

“Estou muito contente de estar novamente em Ribeirão Preto para a passagem de comando da Polícia Militar. A região está recebendo um excepcional oficial, um profissional dinâmico, eficiente e extremamente competente”, destacou Mágino.

O CPI-3 é responsável pelo policiamento em 93 cidades por meio de sete batalhões, sediados em Ribeirão Preto, Araraquara, Franca, Barretos, São Carlos e Sertãozinho.

“Tenho certeza que o novo comandante honrará a farda e essa extraordinária tropa terá muito orgulho dele”, concluiu o secretário da Segurança Pública.

noticia

Policiais militares do Comando de Polícia do Interior Ribeirão Preto (CPI-3) em formação durante a solenidade (Crédito: Polícia Militar)

Novo comandante

Nascido em Ribeirão Preto, coronel Carlos Machado tem 50 anos, sendo 32 deles dedicados à Polícia Militar. Ingressou na instituição em fevereiro de 1986 e atingiu a mais alta patente da corporação em maio de 2017.

“O coronel Machado, que assume hoje, é uma grande referência para todos nós. Uma pessoa extremamente preparada. Saibam que Ribeirão Preto, região e todos os municípios comandados pelo CPI-3 estão recebendo um comandante à altura”, ressaltou o comandante-geral Marcelo Vieira Salles.

O novo comandante do CPI-3 agradeceu a oportunidade e confiança em seu trabalho. “Contem comigo nessa nova missão de servir sempre ao próximo. Isso é a minha vocação. É a minha inspiração. Devemos ter força e sabedoria para auxiliar os desesperados e fé para não desistir. Que o rigor de nossas ações seja sempre de proteção e preservação da vida e da dignidade da pessoa humana”.

Ao longo de sua trajetória, o oficial foi chefe da Agência Regional e Divisão Administrativa do CPI-3, ajudante de ordem do comandante-geral da PM e chefe do Departamento de Inteligência em Segurança Pública no Centro de Inteligência da PM (CIPM).

Foi comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (2º BPM/M), na zona leste da Capital, do Comando de Policiamento de Área Metropolitano Oito (CPA/M-8), na região de Osasco, e do CPI-10 (Araçatuba).

Além da formação na PM, o coronel é doutor em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, além de ser especialista em Sistemas de Inteligência Policial. Machado também conta com licenciatura plena em Educação Física pela Escola de Educação Física da PM (EEF).

Atividade Delegada

Durante o evento, foi assinado um convênio para implantar a Atividade Delegada na cidade de Ribeirão Preto.

A parceria possibilita que policiais militares auxiliem voluntariamente o município durante suas horas de folga. Em Ribeirão Preto, o convênio permitirá que policiais exerçam a fiscalização de comércio ambulante irregular na cidade.

O prefeito do município, Duarte Nogueira, agradeceu a parceria firmada com a Polícia Militar. “Quero dizer que é uma alegria ter a Atividade Delegada incorporada às ações de policiamento e de apoio à segurança pública e às atividades de Ribeirão Preto”.

Serão 20 vagas diárias, sendo duas para oficiais e 18 para praça. Os policiais poderão atuar até oito horas por dia e 80 horas por mês ou na jornada com 12 horas diárias tendo limite de até 96 horas mensais.

O coronel Salles ressaltou também a importância do convênio para a cidade. “Hoje tivemos a alegria de assinar o convênio da Atividade Delegada, que é mais uma ferramenta de apoio aos nossos policiais militares que podem trabalhar sob o comando armado e fardado”.

Na região, outras oito cidades já possuem o convênio: Araraquara, Taquaritinga, Porto Ferreira, Santa Rita do Passa Quatro, São Carlos, Ibaté, Ribeirão Bonito e Olímpia.

Implantada pioneiramente na cidade de São Paulo, em 2009, a Atividade Delegada já é desenvolvida em outras 60 cidades.

As prefeituras interessadas em ter a parceria devem procurar o Comando da Polícia Militar da região com um projeto específico que atenda às necessidades do município. O projeto deve ser encaminhado ao Comando Geral da PM e à SSP para que, depois de analisado, possa ser aprovado pelo secretário da Segurança.

Fonte: SSP SP

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Cidade
Comentários estão fechados.

Veja Também

60ª fase da Lava Jato: PF prende Paulo Preto e mira Aloysio Nunes

Ao todo, 46 agentes cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão em São Paulo A Políc…