“Essa manifestação está politizada e a gente lamenta esta hostilidade com a imprensa”, disse o jornalista Felipe Moura Brasil.

Manifestantes de esquerda agiram de forma agressiva contra o repórter Marcelo Mattos, da Jovem Pan, nesta quinta-feira (30), em ato contra o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Aos gritos de “fascista” e “Lula Livre”, esquerdistas tentaram agredir e intimidaram um membro da imprensa brasileira durante ato político em São Paulo.

Os jornalistas Felipe Moura BrasilAugusto Nunes José Maria Trindade comentaram o comportamento autoritário dos manifestantes ao vivo durante o programa “Os Pingos nos Is”.

“Essa manifestação está politizada e a gente lamenta esta hostilidade com a imprensa, com o repórter que está lá na rua cumprindo o seu dever de informar”, comentou Moura Brasil, que também é diretor de jornalismo da Jovem Pan.

Mencionando os jornalistas que criticaram as manifestações do último domingo (26), Augusto Nunes questionou:

“Eu faço questão de ouvir os juízes de manifestação. Os jornalistas que disseram que a manifestação de domingo (26) era antidemocrática. Eu quero saber se eles acham que esse tipo de comportamento contra a imprensa é democrático e é pedagógico. Se ele é bem recebido pelo povo brasileiro?”

Fonte: Renova Mídia

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por BCN

Veja Também

Transporte público funciona parcialmente em dia de paralisação

Manifestantes voltam às ruas do país Diversas cidades brasileiras registram hoje (14) mani…