Efetivos das polícias Civil e Militar estarão reforçados durante a Operação Carnaval Mais Seguro

Foto: Governo de São Paulo

As polícias Civil e Militar realizam, entre sexta-feira (1) e quarta-feira (6), a Operação Carnaval Mais Seguro, com o objetivo de reforçar a segurança da população durante todo o período do feriado prolongado. Além do policiamento regular já destacado diariamente, os efetivos das polícias civil e militar serão reforçados. Já no primeiro dia de operações, 21.139 policiais e 8.375 viaturas estarão nas ruas para as ações preventivas e ostensivas. Na Polícia Civil, serão empregados 10.780 agentes e 1.400 viaturas para todo o período.

O anúncio da operação foi feito pelo governador João Doria e pelo secretário da Segurança Pública, João Camilo Pires de Campos, além de outras autoridades, na tarde desta quinta-feira (28), no Palácio dos Bandeirantes, na zona oeste da Capital.

“Criamos uma organização e um planejamento bem estruturado para melhorar a segurança pública neste Carnaval, visto que a tendência é um movimento recorde, tanto nos blocos de ruas, como nas estradas e também em cidades turísticas”, destacou o governador.

O secretário da Segurança Pública explicou que todo evento, por mais simples que seja, necessita de um grande planejamento. “Este ano teremos 20% de blocos a mais. Dito isso, visamos sete áreas centrais de São Paulo, duas cidades do litoral, rodovias e praias. Preparamos uma operação interagências, com mais de 50 órgãos envolvidos e o máximo de efetivo.”

A Operação Carnaval Mais Seguro conta também com reforço no número de viaturas e de aeronaves. Ao todo, 17 helicópteros Águia do Comando de Aviação da PM estão destacadas para o patrulhamento em todo o Estado. Participam ainda da operação policiais militares do Choque, do Policiamento Rodoviário, do Policiamento Ambiental, do Policiamento de Trânsito e Corpo de Bombeiros. O Canil da PM será utilizado para a detecção de drogas, por intermédio de cães farejadores.

“A missão da Polícia Militar nesta operação é a proteção das pessoas. Do comandante geral ao soldado mais jovem, todos os policiais militares estarão trabalhando para garantir a segurança dos paulistas durante o carnaval”, afirmou o comandante geral da PM, Coronel Marcelo Vieira Salles.

A Polícia Civil realizará operações que serão desencadeadas em locais de concentração de foliões e blocos por todo o Estado. As equipes de plantão nas unidades policiais serão reforçadas para garantir agilidade no atendimento.

“Estamos preparados para atuar neste Carnaval. Além do reforço nos plantões, temos vários policiais poliglotas, delegacias móveis e também estamos atuando no preventivo”, disse o delegado Oswaldo Nico Gonçalves, diretor do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas – Decade. Segundo ele, prova do trabalho que já está sendo feito pela Polícia Civil foi a prisão, nesta madrugada, de uma quadrilha que iria atuar nos blocos de ruas de São Paulo por meio do furto de celulares.

Capital

A PM desenvolveu planejamento conjunto de ações com órgãos envolvidos na realização do Carnaval de Rua de São Paulo. O efetivo contará com um reforço 5.685 PMs em 2.456 viaturas, em média, por dia. Também serão instalados sete postos de comando nos grandes corredores dos megablocos.

Os policiais estarão distribuídos em diversos pontos estratégicos na região do Sambódromo do Anhembi e realizarão ações para intensificar a segurança nas estações de Metrô, terminais da CPTM e de ônibus urbanos.

Na Vila Madalena, haverá reforço de policiamento e duas Bases Comunitárias posicionadas estrategicamente, além da atuação das Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicleta (Rocam), Força Tática, do Policiamento de Trânsito e do Canil.

A PM atuará em conjunto com órgãos da Prefeitura, como a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Prefeitura Regional, Guarda Civil Metropolitana (GCM), além de organizadores de eventos carnavalesco.

Policiamento no litoral sul e norte

O litoral também contará com reforço no policiamento durante o carnaval. Além do reforço do próprio Comando de Policiamento do Interior do litoral sul (CPI-6) estará atuando um reforço de 500 policiais militares que trabalharam na operação Verão. No litoral norte haverá o reforço de 200 policiais militares na mesma condição para o Comando de Policiamento do Interior do litoral norte (CPI-1) . As ações de policiamento no litoral norte também foram ampliadas. Além do maior número de policiais no patrulhamento, ao menos dois helicópteros águia atuarão especificamente na região, além do Policiamento de Trânsito e pelotão da ROTA. Fonte: SSP SP

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por BCN

Veja Também

Agência revela que divulgou campanha de Bolsonaro nas eleições por App

Empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para fazer, pelo What…