Visita de israelenses a local sagrado causa confrontos na Cisjordânia

2 primeira leitura
0

(21 set) Confronto entre soldados israelenses e manifestantes palestinos na Cisjordânia ocupada

A visita de centenas de israelenses a um local sagrado na Cisjordânia ocupada provocou confrontos com palestinos nesta quarta-feira à noite – disseram o Exército israelense e fontes palestinas nesta quinta-feira (27).

Cerca de 1.500 judeus israelenses visitaram o túmulo de José, perto de Nablus, ao norte da Cisjordânia, protegidos por soldados israelenses, relatou o Exército.

“Na entrada da cidade de Nablus, houve distúrbios, durante os quais os palestinos lançaram pedras e bombas incendiárias”, disse à AFP uma porta-voz do Exército.

Os militares usaram “meios antidistúrbios” para dissolver o protesto.

Mais de 20 palestinos ficaram feridos, incluindo dois jornalistas, segundo uma fonte médica palestina.

Uma escavadeira israelense foi incendiada depois de palestinos lançarem, aparentemente, coquetéis molotov, segundo vídeos publicados pela imprensa local.

Nenhum soldado ficou ferido, afirmou o Exército.

O Túmulo de José é um lugar santo para os judeus, no interior da Cisjordânia, território-chave do que supostamente seria o futuro Estado palestino.

Este lugar foi palco de vários confrontos. Foi incendiado em 2015 e depois reformado.

Fonte: AFP

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação BCN
Carregar mais por Bcn

Veja Também

Investigação não encontrou evidências de que Trump obstruiu inquérito sobre Rússia, diz Barr

O secretário de Justiça e procurador-geral dos Estados Unidos, William Barr, disse nesta q…